A Patrulha Ambiental de Itapira organizou o resgate com apoio da Guarda Civil Municipal e da Defesa Civil

Uma operação da Patrulha Ambiental de Itapira realizada na última quinta-feira (15) resgatou uma égua que estava em situação de maus tratos em uma área no bairro Assad Alcici.

O animal apresentava ferimentos em uma das patas traseiras, que pela gravidade poderão até mesmo fazer com que ele tenha que ser sacrificado.

“Segundo vizinhos, o dono sempre cuidou bem de seus animais, porém, alguns infratores destruíram a baia em que a égua ficava, derrubando um pedaço de madeira em sua pata traseira direita”, explica nota da Patrulha.

A operação contou com o apoio da GCM (Guarda Civil Municipal) e da Defesa Civil. Ainda de acordo com a Prefeitura, o proprietário do animal vinha cuidando dos ferimentos há pelo menos três semanais, porém, sem o devido suporte veterinário.

Ele contava apenas com ajuda de conhecidos e funcionários de agropecuária, mas o tratamento não deu qualquer resultado.

“O dono alegou não possuir condições econômicas para contratar um veterinário para o tratamento adequado”, informou a Patrulha.

O animal foi recolhido e será tratado por veterinários voluntários para tentar evitar a eutanásia.

“É importante salientar aos que querem possuir, e aos que já têm animais de grande porte, que é preciso local adequado para abrigar esses animais e ter condições econômicas para cuidar desses deles corretamente”, alerta a Patrulha Ambiental.

Publicidade - Anuncie aqui