Período de queimadas: motoristas devem redobrar atenção nas rodovias

Confira dicas importantes em caso de fumaça na rodovia

Fogo às margens de estradas oferecem grandes riscos (Ilustração)

Quem for usar as rodovias estaduais deve tomar cuidado redobrado nessa época do ano. Com o tempo mais seco no inverno é comum o risco de queimadas e a fumaça provocada pelos incêndios compromete a visibilidade e a segurança dos motoristas. O alerta é feito pela Artesp (Agência de Transportes do Estado) que coordena campanha com a participação das concessionárias das rodovias paulistas.

No caso de se deparar com alguma queimada, adote as seguintes providências: feche os vidros da janelas do automóvel, mantenha distância segura do carro que vai à frente, trafegue com faróis baixos acesos, não deixe o pisca alerta ligado com o automóvel em movimento e não pare na faixa de rolamento. Os fumantes devem prestar atenção com as “bitucas”, as pontas de cigarro que são jogadas pela janela, pelos motoristas mais descuidados.

Elas são uma das causas mais frequentes de incêndios nas rodovias, assim como o costume de alguns moradores de áreas vizinhas das rodovias de colocar fogo no lixo, a prática da queimada para preparar os terrenos para plantação agrícola e a queda de balões. A Artesp informa que em 2016, as concessionárias que administram os 7,2 mil quilômetros de rodovias sob concessão, atenderam 6.997 casos de queimadas em todo o Estado, dos quais 2.290 (cerca de 33%) ocorreram no período entre agosto e outubro. Agosto foi mês mais crítico no ano passado. Durante o mês, foram registradas 1.090 ocorrências.

Operação Corta Fogo

Para segurança dos motoristas, a Artesp e as concessionárias lançaram a Operação Corta Fogo. Durante  agosto a outubro, meses de concentração da campanha, está previsto um conjunto de iniciativas para combater queimadas, como a utilização de carros pipas, que ficarão em estado de prontidão nos pontos mais estratégicos das rodovias e de viaturas das concessionárias, equipadas para combater pequenos focos de incêndios.

A operação conta com o apoio da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e participação de órgãos estaduais, como a Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, entre outros. Além da participação fundamental do Corpo de Bombeiros, em alguns casos, as concessionárias fecham parcerias com as usinas, industrias e outros estabelecimentos empresariais com estrutura para combater incêndios.

As concessionárias estão desenvolvendo campanhas junto às comunidades para orientar sobre o risco de atear fogo ao lixo e outros detritos próximo das rodovias. O trabalho de esclarecimento inclui mensagens educativas e alertas nos painéis eletrônicos das rodovias, no site da Artesp e das concessionárias e publicação de posts nas redes sociais. O motorista que passar por onde estiver ocorrendo queimadas deve alertar a concessionária pelo serviço 0800 de cada rodovia. Para reforçar a mobilização, as concessionárias também programaram ações como a distribuição de panfletos da campanha nos pedágios.