Prisão aconteceu entre Jacutinga e Ouro Fino após tentativa de abordagem em Itapira (Divulgação)
Publicidade    
Publicidade - Anuncie aqui

Dois homens foram presos em Jacutinga (MG) depois se evadirem de viaturas da Polícia Militar momentos antes, quando trafegavam por uma rodovia de Itapira (SP). Na caminhonete em que eles estavam foram localizados cerca de 50 quilos de pasta base de cocaína.

A ocorrência teve início quando viaturas do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário) da PMR (Polícia Militar Rodoviária) patrulhavam pela Rodovia SP-147, entre Mogi Mirim e Itapira. Os policiais avistaram três veículos e perceberam que seus ocupantes demonstravam nervosismo com a presença das guarnições.

Quando as viaturas se aproximaram mais, os veículos arrancaram em velocidade anormal. Foi iniciada então uma perseguição pela rodovia. No trevo da SP-147 com a SP-352, dois dos veículos ingressaram na alça com sentido a Amparo.

A caminhonete GM/S-10, com placas de Nova Esperança/PR, contudo, seguiu com sentido à divisa dos estados de São Paulo e Minas Gerais, sendo acompanhada pelas equipes. Com apoio da Polícia Militar de Jacutinga, foi feito o cerco e já no município mineiro, mais precisamente entre Jacutinga e Ouro Fino, o veículo foi abordado.

Com uso de cães farejadores, os policiais encontraram 55 tabletes de pasta base de cocaína que estavam escondidos em um fundo falso do tanque de combustível. Cada tablete pesou cerca de um quilo. Os dois homens, cujas identidades não forma divulgadas pela polícia, foram presos em flagrante.

Segundo informações, a Polícia Federal de Minas Gerais também já havia emitido o alerta sobre a possibilidade de que a caminhonete trafegasse pelo estado após uma denúncia informando que o carregamento saído do Paraná tinha como destino a capital Belo Horizonte.

A investigação agora prosseguirá com vistas aos demais ocupantes dos outros veículos, já que todos podem integrar a mesma quadrilha de tráfico interestadual de drogas. O caso foi encaminhado à Delegacia de Polícia Federal de Varginha (MG).

A ocorrência mobilizou os policiais de Minas Gerais Tenente Leandro, Tenente Fernando e Soldado Rafaela, Sargento Oliveira, Cabo Silva, Sargento Ramon, Cabo Melo e Cabo Bocardi; bem como os policiais militares rodoviários paulistas Cabo Marcelo Fernandes, Cabo Silva, Cabo Freitas, Sargento Klinger, Soldado Gonçalves.