Associação 'Pétalas de Rosas' foi oficialmente apresentada
Publicidade - Anuncie aqui também!
Associação 'Pétalas de Rosas' foi oficialmente apresentada
Associação ‘Pétalas de Rosas’ foi oficialmente apresentada
Publicidade - Anuncie aqui

Reunir pacientes em tratamento e pós-tratamento contra o câncer de mama e garantir apoio e conforto a elas. Essa é a principal proposta do da Associação Pétalas de Rosas: Unidas por Laços de Solidariedade, lançada oficialmente no sábado (08) na sede da Acei (Associação Comercial e Empresarial de Itapira).

Em pleno Dia Internacional da Mulher, perto de 70 pessoas acompanharam a solenidade envolta em uma atmosfera de muita emoção, especialmente das pessoas diretamente afetadas pela doença.

A Associação Pétalas de Rosa começou a ganhar forma no ano passado, a partir da criação de um grupo terapêutico, com reuniões alocadas em unidades básicas de saúde do município, para oferecer maior suporte aos pacientes. A proposta ganhou o incentivo do psicólogo da rede básica, Maurício Nunes de Mattos, que encampou a formatação do grupo ao lado de 12 mulheres – todas afetadas pelo câncer de mama e que agora compõem a diretoria e o conselho da Associação Pétalas de Rosa.

A formalização ocorreu no dia 21 de fevereiro, com a assinatura do estatuto. Atualmente, 20 mulheres participam das atividades. “Vimos a necessidade de se criar um grupo em que pudéssemos, de forma compartilhada, trocar experiências, ficarmos mais fortes e poder ajudar outras pessoas portadoras dessa doença”, comentou a presidente do grupo, Vanda da Silveira Moraes Soriani, 53. “O paciente com câncer de mama, em tratamento ou pós-tratamento, vivencia um recomeço de vida diariamente. São pessoas guerreiras, que buscam a cura acreditando que ela vai acontecer”, continuou, ao abrir a solenidade, às 09h00, depois de uma breve apresentação do Coral Madrigal Voxxes.

A ocasião teve a presença de autoridades municipais, como o prefeito José Natalino Paganini (PSDB), a primeira-dama Sônia Marques Oliveira Paganini e os vereadores Carlos Alberto Sartori (PSDB), Rafael Donizete Lopes (PROS) e César Augusto da Silva (PT). Espaço ainda para a leitura do poema ‘Recomeçar’, de Carlos Drummond de Andrade, e para uma breve apresentação didática sobre o câncer de mama, a cargo do psicólogo parceiro da iniciativa.

A cerimônia também teve a exibição de um vídeo que mostra a emocionante luta de um casal contra a doença que acomete a mulher, seguido por depoimentos de pessoas que venceram a batalha contra o câncer de mama. Diversas pessoas, especialmente as que passam ou já passaram pela mesma luta, não conseguiram segurar a emoção e as lágrimas foram inevitáveis.

CARINHO

Para Vanda, faltam cuidados e atenção com pacientes
Para Vanda, faltam cuidados e atenção com pacientes

Também emocionada, Vanda lembrou que um dos primeiros obstáculos das portadoras de câncer de mama está na falta de tato de alguns profissionais ao lidarem com a questão.

Conforme ilustrou, alguns médicos não tratam o assunto com a devida sensibilidade, o que contribui para que o paciente entre em desespero. “A pessoa já vai ao aterrorizada ao médico, esperando o diagnóstico da doença, e com o conceito de que câncer significa morte. E, apavorada, não recebe o devido respaldo. Recebe a notícia e pronto, sem a orientação de que há tratamentos eficazes, de que cada caso é um caso, de que existem muitos tipos de câncer, e de que alguns são mais simples, outros mais complexos, mas que hoje a medicina está bem avançada e há tratamento para todos”, explicou.

Segundo ela, é preciso mais “cuidado” da parte dos profissionais dentro desse aspecto, e a Associação Pétalas de Rosa também visa mudar essa cultura. “Ainda mais quando a pessoa não tem plano de saúde e enfrenta toda a burocracia, a grande demora em conseguir atendimento, fazer os exames e outros procedimentos, enfim, é uma junção de fatores que precisam ser mudados”, frisou.

Mattos ajudou a formalizar o grupo
Mattos ajudou a formalizar o grupo

Para o psicólogo Maurício Nunes de Mattos, o grupo atende a necessidade das pacientes em receber suporte adequado não só dos médicos, mas também de seus familiares e amigos. “A mulher precisa ser atendida por uma equipe técnica profissional especializada em oncologia, que possa dar a ela todo o suporte e orientação necessários. E o apoio familiar não pode sobrecarregar um único cuidador. É preciso distribuir os cuidados, para que cada um possa amparar, na medida de suas possiblidade, com esclarecimento, conforto, e acompanhar o paciente nos hospitais onde é desenvolvido o tratamento, não deixando, jamais, o paciente se desalentar e desanimar”, explicou.

De acordo com ele, o grupo é importante, também para que a portadora de câncer de mama não desista do tratamento. “O grupo é um espaço em que essas pessoas podem expressar suas dores, aflições e angústias, dividir experiências e conhecimentos e fortalecer sua saúde emocional para que possam continuar o tratamento oncológico, compreendendo que o câncer tem cura desde que todas as etapas do tratamento sejam realizadas”, salientou.

Desde o início da pesquisa do grupo, em agosto do ano passado, já foram identificadas 70 pessoas em tratamento ou pós-tratamento de câncer de mama em Itapira. Segundo Mattos, entre as intenções da Associação Pétalas de Rosa figuram a criação de estratégias de enfrentamento de combate ao câncer, realização de palestras educativas, inserção dos pacientes em grupos terapêuticos, visitas domiciliares e até a criação de um manual com orientações gerais aos pacientes da doença. “Muitos direitos dos portadores de câncer são desconhecidos ou não são respeitados, como descontos em impostos, aposentadorias e outros benefícios garantidos por lei”, frisou.

De acordo com Vanda, as reuniões que atualmente acontecem às sextas-feiras, no período matutino, deverão ser transferidas em breve para o período noturno. “É que muitas pessoas trabalham e não conseguem participar dos encontros”, justificou. A expectativa é alocar as reuniões em uma sala da Acei (Associação Comercial e Empresarial de Itapira) ou em imóvel provisório, até que uma sede definitiva seja viabilizada.

ASSOCIAÇÃO PÉTALAS DE ROSA

  • DIRETORIA

Presidente:           Vanda da Silveira Moraes Soriani
Vice-presidente:   Luciana Fraccaroli Moino
1º Secretário:       Ivanilde Aparecida Felippe Borges
2º Secretário:       Maria Santina Zanqueta de Moraes
1º Tesoureiro:      Mônica Cunha Tenório
2º Tesoureiro:      Ana Paula Massari

  •  CONSELHO FISCAL

Titulares:

Idalina Aparecida Tirelli Zanquetta
Neuza Alves Ferreira
Rosângela Aparecida Martucci

Suplentes:

Elza Bento da Silva Santos
Rosana Avelina de Oliveira Preto
Iracema Roberto Godoy Salgado

Associação Pétalas de Rosa
Associação Pétalas de Rosa
Publicidade - Anuncie aqui