Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A Polícia Militar de Águas de Lindoia e o 26º BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior) desmentiram a informação que circula pelas redes sociais de que uma quadrilha especializada em sequestros de crianças estaria agindo na região de Itapira e do Circuito das Águas.

O boato surgiu depois que ao menos dois casos de desaparecimentos ganharam grande repercussão na região. Um, de uma bebê que desapareceu em Itapira, e outro de uma adolescente residente entre Lindoia e Serra Negra.

Ambos os casos seguem ainda sem solução. A mensagem divulgada nas redes sociais, contudo, alardeia que a suposta quadrilha estaria circulando pelas cidades da região para sequestrar crianças e adolescentes e que fariam parte de um esquema de tráfico internacional de pessoas.

Em nota, a PM de Águas de Lindoia disse que “não há nada oficial que confirme tais informações”, que são tratadas como fake news. “Continuem mantendo cautela na guarda das crianças, porém sem pânico, pois essas informações são falsas. Consulte sempre os órgãos oficiais”, orienta a corporação.

A mesma negativa parte do Major Adriano Daniel, comandante do 26º BPM/I, sediado em Mogi Guaçu, e que é responsável pelo policiamento em oito cidades da região, incluindo Itapira. “O texto contido nessa postagem é falso, não há motivos para pânico, continuem a proteger seus filhos como de costume, entretanto a notícia que vem sendo veículada sobre tráfico de crianças não passa de fake news”.