Policiais do 26º Batalhão já podem usar taser em operações (Reprodução/Tribuna do Guaçu)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Policiais do 26º Batalhão já podem usar taser em operações (Reprodução/Tribuna do Guaçu)
Policiais do 26º Batalhão já podem usar taser em operações (Reprodução/Tribuna do Guaçu)
Publicidade - Anuncie aqui

Policiais militares do 26º BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior) – incluindo os que atuam na 3ª Cia da PM em Itapira, receberam na semana passada treinamentos para uso da pistola de eletrochoque.

O equipamento, conhecido como Taser, dispara uma carga elétrica de alta tensão, porém com baixa amperagem, capaz de imobilizar um possível agressor com rapidez e sem letalidade. O treinamento foi aplicado, inicialmente, para oficiais e sargentos que atuam nas oito cidades abrangidas pelo Batalhão: Mogi Mirim, Holambra, Santo Antônio de Posse, Jaguariúna, Pedreira e Estiva Gerbi, além de Itapira e Mogi Guaçu.

“Os comandantes das oito cidades que compõem nosso Batalhão receberam esse treinamento e estão aptos a usarem a arma de eletrochoque”, comentou o subcomandante do 26º BPM/I, major Ricardo Augusto Nascimento de Mello Araújo. A arma pode ser empregada nas mais diversas situações, de acordo com ele, como na imobilização e controle de uma pessoa agressiva e até para evitar uma tentativa de suicídio.