Policiais agiram rapidamente e conseguiram evitar o pior (Divulgação)
publicidade

Uma ocorrência registrada na noite do último domingo (19) em Itapira por pouco não terminou em tragédia, graças à ação rápida de policiais militares.

O caso aconteceu em um condomínio na região da Santa Fé. Por volta das 20h00, a Polícia Militar foi acionada por familiares de um casal de idosos.

A informação era de que o homem, que tem 76 anos, estava em aparente surto psicótico e, com uma faca, não deixava ninguém entrar na residência, onde estava mantendo sua esposa também sem deixar ela sair.

A mulher, que faz tratamento de saúde, estava acamada e trancada em um quarto da casa. Um dos filhos informou aos PMs que ela estava na casa contra sua vontade e que o pai estava com comportamento agressivo.

Quando os policiais chegaram e começaram a conversar com os familiares para entender a situação, perceberam a presença de fumaça saindo pelas janelas e notaram que o idoso havia ateado fogo no interior da residência.

As chamas começaram a se espalhar rapidamente e unidades da Defesa Civil e do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionadas. Temendo pela vida do casal de idosos, os policiais resolveram invadir o imóvel.

Equipes da Defesa Civil atuaram contra o fogo (Divulgação)

As portas foram arrombadas e o idoso já foi visto no primeiro cômodo, ainda com a faca em punho e promovendo ameaças aos policiais Cabo Ferrari e Cabo Sérgio, que ingressaram no imóvel. Ele foi desarmado e retirado da casa.

Questionado, disse que a mulher estava em um quarto nos fundos da residência. Os PMs então deram a volta pelo quintal e ouviram a voz da idosa, arrombando uma janela e conseguindo retirá-la no colo.

Enquanto isso, os policiais Cabo Paschoalin, Soldado Matos, Solado Geasi e Sargento Faria, com ajuda de populares, tentavam conter as chamas utilizando mangueiras de jardim de baldes com água.

Com a chegada das equipes da Defesa Civil as últimas labaredas foram apagadas e feita a operação de rescaldo. Peritos do IC (Instituto de Criminalística) foram acionados para periciar o imóvel.

Ocorrência mobilizou diversas equipes da Polícia Militar em Itapira (Divulgação)

A idosa foi medicada no local pela equipe médica do Samu e liberada aos cuidados dos familiares.

Já o idoso acabou detido e apresentado na CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Mogi Guaçu, onde o delegado Rubens Luiz de Melo optou por mantê-lo custodiado até que seja providenciada uma internação psiquiátrica, já que havia o temor de eventuais atos suicidas.

Foi lavrado boletim de ocorrência por sequestro, cárcere privado, violência doméstica, incêndio e danos. A ocorrência foi supervisionada pelo Tenente Coradi.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui