Grande quantidade de detritos foi retirada durante a limpeza (Divulgação)

Uma ação de limpeza nas margens do Ribeirão da Penha, organizada na última segunda-feira (5) pela Prefeitura, resultou na remoção de nada menos que 1.200 quilos de detritos que estavam espalhados pelas margens do Ribeirão da Penha – somente no trecho entre as ruas Ari Wilson Cremasco e Fenízio Marchini.

O mutirão foi promovido por servidores das secretarias municipais de Agricultura e Meio Ambiente e de Serviços Públicos, com coordenação dos secretários da pasta, José Aparecido Parentel Rostirolla e Adolpho Bellini Filho, respectivamente.

“Foram retirados aproximadamente 1.200 quilos de resíduos sólidos dispostos irregularmente”, destacou a Prefeitura, em nota. Ainda de acordo com a administração, além do objetivo principal de remoção dos detritos, a ação também foi comemorativa ao Dia Mundial da Saúde, celebrado no dia 7 de abril.

“A água é uma fonte importante de disseminação de inúmeras doenças. O Dia Mundial da Saúde é um momento para que as questões relacionadas à saúde sejam trabalhadas, garantindo o bem-estar da população”, explica o biólogo e diretor da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, Anderson Martelli.

Ação aconteceu na segunda-feira às margens do Ribeirão da Penha (Divulgação)

Ele ressaltou ainda que grande parte do material retirado das margens favorecem o acúmulo de água e a proliferação do mosquito causador da dengue, zika e a chikungunya. “Além de serem criadouros do Aedes aegypti, esses resíduos dispostos de formas inadequadas podem causar a contaminação do solo e da água”, alerta.

Os secretários adiantaram também que as ações neste sentido serão intensificadas em outros pontos do município e ambos pedem a contribuição da população para que todos façam o descarte irregular de resíduos através da coleta de lixo orgânico e reciclável da cidade, além da Coleta de Entulhos Vegetais realizada pela pasta de Serviços Públicos.

Publicidade - Anuncie aqui