Indivíduos foram reconhecidos por vítimas de roubos e furtos (Divulgação/Polícia Civil)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A Polícia Civil de Itapira prendeu três homens acusados de promoverem roubos contra propriedades rurais em Itapira e em cidades do Sul de Minas, mais precisamente entre Jacutinga e Monte Sião. O cumprimento dos mandados de busca e apreensão foi feito por investigadores do SIG (Serviço de Investigações Gerais) na manhã da última terça-feira (5) em apartamentos na região do Loteamento José Tonolli.

Na ocasião, foram presos Luís Meneguini, 29, Lucas Meneghini, 26, e José Borges, 32, todos lenhadores, mas que na verdade acabaram sendo reconhecidos por diversas vítimas de roubos e furtos ocorridos em sítios ou fazendas. Em um dos apartamentos, os policias também encontraram aparelhos eletrônicos, jóias e outros objetos que também foram reconhecidos por vítimas de roubos.

Além disso, foram apreendidas ferramentas como alicate para cortar cadeados e pé-de-cabra, além de munição, um revólver calibre 32, e porções de maconha. Somente no apartamento onde estava Borges não foi localizado nada ilícito, porém ele também tinha expedido contra si um mandado de prisão, além de também ser reconhecido por vítimas dos crimes. Para a Polícia Civil, não restam dúvidas de que os três se associaram criminosamente para promover crimes contra os patrimônios mediante grave ameaça. Os três foram conduzidos à Delegacia de Polícia e recolhidos à UDTE (Unidade de Detenção, Triagem e Encaminhamento), permanecendo à disposição da Justiça.

Jóias e outros objetos também foram reconhecidos por proprietários (Divulgação/Polícia Civil)