Polícia Civil ganha reforço no Estado de São Paulo (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Polícia Civil ganha reforço no Estado de São Paulo (Divulgação)
Polícia Civil ganha reforço no Estado de São Paulo (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui

A Polícia Civil de São Paulo recebeu 280 novos investigadores, além de cinco novos agentes policiais. Os novos policiais vão reforçar o efetivo nas unidades de todas as regiões do Estado. Os investigadores e agentes passaram por quatro meses no curso de formação na Academia de Polícia Civil ‘Dr. Coriolano Nogueira Cobra’ (Acadepol), na capital paulista.

De acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública), os investigadores formados hoje serão responsáveis pelas apurações de crimes, acompanhamento de diligências, cumprimento de mandados de prisão e apreensão, entre outras funções. Já aos agentes policiais cabe auxiliar nas investigações, atender ocorrências, cumprir mandados, além de outras competências de Polícia Judiciária.

O curso de formação tem 24 disciplinas, dentre elas Criminalística, Direito, Armamento e Tiro, Direitos Humanos, Defesa Pessoal e Inteligência Policial. Ao todo, os investigadores passaram por 572 horas/aula. Ao fim do curso, há 15 dias de estágio supervisionado, onde atuam diretamente nas unidades policiais, e 60 horas de atividades e palestras extracurriculares.

Distribuição

A Capital receberá cinco agentes policiais e 57 investigadores. Para a Grande São Paulo, serão destinados 56 investigadores. O Interior ganhou 167 investigadores, sendo que a região de São José dos Campos recebeu 13, Campinas (22), Ribeirão Preto (27), Bauru (11), São José do Rio Preto (17), Baixada Santista (10), Sorocaba (19), Presidente Prudente (12), Piracicaba (21) e Araçatuba (15). Além do reforço de efetivo já recebido, o Estado está formando mais policiais. Estão nas academias das polícias outros seis policiais técnico-científicos, 419 policiais civis (delegados, escrivães e mais seis investigaores) e 5.224 futuros policiais militares (entre soldados e alunos oficiais).