Caminhão pegou fogo após violento impacto
Publicidade - Anuncie aqui também!
Caminhão pegou fogo após violento impacto
Caminhão pegou fogo após violento impacto
Publicidade - Anuncie aqui

A Polícia Civil deverá investigar se o acidente que ceifou a vida de Suliene dos Santos Ferreira, 32, foi causado propositalmente, por ela própria.

A mulher dirigia um Chevrolet/Captiva pela Rodovia SP-352 (Itapira/Sul de Minas Gerais) quando teria perdido o controle do carro, que desgovernado atingiu frontalmente um caminhão que seguia em sentido contrário e que pegou fogo após o choque.

No registro da ocorrência, feito na Delegacia de Polícia por policiais militares rodoviários, consta a informação de que a vítima fatal teria enviado uma mensagem ao telefone celular de seu amásio, “dando a entender que atentaria contra a própria vida”. O celular foi apreendido e será periciado.

Apesar da suspeita de suicídio, o caso foi registrado como homicídio culposo na direção de veículo automotor – quando não há intenção de matar. O motorista do caminhão não se feriu. O acidente ocorreu na altura do KM 170 da rodovia, que precisou ser interditada nos dois sentidos. Suliene tinha dois filhos junto com o amásio, com quem morava há quase 15 anos. O velório acontece no Cemitério Municipal da Paz, onde o sepultamento será feito às 13h00 desta sexta-feira (18).

Delegado Fernando Zucarelli foi ao local do acidente
Delegado Fernando Zucarelli foi ao local do acidente