Suspeito foi preso em operação da Polícia Civil no Rio de Janeiro (Ilustração)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Segundo a Polícia Civil, o homem abordava as vítimas nas redes sociais e apresentava 50 desafios, incluindo automutilação e, por fim, o suicídio. Para garantir que as vítimas permanecessem no jogo, o homem fazia ameaças de morte a elas e a membros de sua família.

A Delegacia de Repressão a Crimes de Informática da Polícia Civil do Rio começou a monitorar as redes sociais e encaminhou ofícios a escolas e postos de saúde para que fossem reportados casos de automutilação envolvendo menores de idade. Foram encontradas 15 vítimas, todas com ferimentos e em estado de depressão. Nenhum caso de suicídio foi registrado.