Ana Vitória veio ao mundo com ajuda de PMs em São Paulo (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
“Quando ouvi ela chorar deu vontade de chorar junto de tanta emoção”, conta o cabo da Polícia Militar, Robson da Silva Blanco. Ele e seu colega de farda, o soldado Jamil Silva de Lima, foram os responsáveis por trazer ao mundo a Ana Vitória, que nasceu dentro da viatura da equipe, na manhã desta segunda-feira (18), na zona Leste de São Paulo.

Publicidade - Anuncie aqui

Na ocasião, os dois policiais, integrantes do 38° Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (38° BPM/M), foram chamados para ajudar uma jovem, de 17 anos, no bairro Jardim Itápolis. No local, os PMs encontraram a moça em trabalho de parto e, sem tempo hábil para a chegada de uma ambulância, a socorreram até uma unidade de saúde.

Segundo Lima, a jovem chorava muito e, chegando no hospital, ele e seu colega perceberam que a criança já estava nascendo e que não daria tempo para a equipe do hospital auxiliar a mãe. “Colocamos em prática tudo o que nos foi ensinado nas aulas de primeiros socorros e conseguimos realizar o parto ali mesmo, na viatura. Foi um momento único e emocionante”, diz. Essa foi a primeira ocorrência do tipo atendida pelo PM.

O cabo Blanco, por sua vez, esclareceu que já teve experiências parecidas, mas nunca da forma como aconteceu hoje: “É a primeira vez que realizo um parto dentro da viatura. A menina nasceu na minha mão e já começou a chorar. Foi uma emoção muito grande e tenho vontade de chorar toda vez que lembro.”

Ana Vitória nasceu em perfeitas condições. Ela e sua mãe foram levadas ao Hospital de Sapopemba e passam bem.