Ocorrência aconteceu durante a madrugada no recinto (Itapira News)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Um policial militar foi morto na madrugada desta segunda-feira (28) em Itapira, durante ação de roubo praticada no Recinto Agropecuário, onde ocorria a última noite do Itapira Rodeio Show.

O soldado Allan de Souza Mello, 30, que estava fora de serviço, foi atingido por ao menos um disparo na região do tórax. A princípio, a ocorrência é tratada como latrocínio – roubo seguido de morte.

As informações iniciais dão conta de que ele teria trocado tiros com assaltantes que tentavam fugir após roubarem o malote com o dinheiro de parte da Praça de Alimentação do evento, que neste ano seria beneficente às entidades do município.

Ele não resistiu e morreu na hora. Um dos criminosos também foi alvejado na perna e está internado sob escolta policial. Uma mulher também foi detida e conduzida à Delegacia de Polícia.

Melo não resistiu aos ferimentos (Divulgação)

Outras duas pessoas que teriam participado do crime estão foragidas. O crime aconteceu por volta das 2h50. Não se sabe se o policial percebeu a ação e tentou intervir ou se foi abordado ou identificado como PM pelos bandidos. Segundo apurado, ele trabalhava em Itapira havia cerca de quatro anos.

  • DETIDOS

Toda a área foi cercada imediatamente após os disparos. Houve correria nos fundos do recinto, onde toda a ação aconteceu. Viaturas da GCM (Guarda Civil Municipal) e da PM (Polícia Militar) chegaram rapidamente ao ponto da ocorrência.

As duas pessoas detidas foram interceptadas ainda nas proximidades. O homem foi identificado como Bruno Malagueta, 24, que já tinha passagem por porte de arma, e a mulher é Mary Ellen Adorno, 19.

As armas do policial, uma pistola, e do criminoso, um revólver calibre 32 foram recolhidas pela Polícia Militar e apresentadas na Delegacia de Polícia. A Funerária São Luiz removeu o corpo ao IML (Instituto Médico-Legal) após os trabalhos da Perícia Técnica. Ainda não há informações sobre o sepultamento.

Desde o momento da ocorrência policiais militares e civis, sob a coordenação do investigador Daniel, do SIG (Serviço de Investigações Gerais), trabalham em conjunto na tentativa de identificar e chegar aos demais envolvidos na ocorrência. As informações serão atualizadas oportunamente.