Central de Monitoramento avançado já funciona na Prefeitura (Paulo Bellini/ItapiraNews)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A Prefeitura de Itapira deu início às operações da Central de Monitoramento Avançado que tem por objetivo evitar invasões e ataques aos prédios nos quais funcionam órgãos da municipalidade.

O espaço que homenageia o guarda civil municipal André Alex Leme, assassinado por criminosos no início do ano, começou a funcionar em uma sala no Paço Municipal.

Mantenha-se bem informado: curta nossa página no Facebook, siga-nos no Instagram e também pelo Twitter

Na prática, a Central de Monitoramento recebe imagens transmitidas em tempo real por câmeras de segurança instaladas em imóveis que abrigam atividades da Prefeitura. A criação do espaço foi embasada em estudos que demonstraram um déficit de vigias nesses locais.

As câmeras operam em conjunto com alarmes. Ao todo, cerca de 50 pontos já são monitorados pela equipe da Central de Monitoramento Avançado, composta por oito profissionais sob o comando do responsável técnico José Lucas de Mello.

Sala presta homenagem ao GCM André Alex Leme (Paulo Bellini/ItapiraNews)

“Em breve também teremos a integração da Central de Monitoramento Avançado com as câmeras instaladas em semáforos da cidade, ampliando ainda mais essa capacidade de monitoramento para oferecer mais segurança à população”, comentou.

Entre os prédios já monitorados estão o Hospital Municipal, o Almoxarifado Municipal e algumas escolas, por exemplo. De acordo com ele, a qualquer sinal de anormalidade, a equipe aciona a GCM (Guarda Civil Municipal), que faz o patrulhamento para averiguar a situação.

O espaço foi implantado com recursos próprios e a cerimônia de inauguração contou com a presença do comandante da GCM (Guarda Civil Municipal), César Martucci, do prefeito José Natalino Paganini (PSDB), de guardas municipais e da viúva e filhos do GCM Alex, Angélica, Adrion e Arthur; a mãe Maria Antônia e os irmãos do homenageado, Anderson e Aparecida.