Candidatos eleitos serão empossados no primeiro dia de 2017
Publicidade - Anuncie aqui também!
Candidatos eleitos serão empossados no primeiro dia de 2017
Candidatos eleitos serão empossados no primeiro dia de 2017
Publicidade - Anuncie aqui

A Câmara Municipal de Itapira abrirá suas portas neste domingo, primeiro dia de 2017, para a cerimônia de posse dos vereadores eleitos e instalação da 17ª Legislatura.

Na ocasião, também será dada a posse ao prefeito e ao vice-prefeito eleitos. A solenidade, que é aberta ao público, tem início marcado para 10h00 na sede do Poder Legislativo, que fica à Rua João de Moraes, 404, no Centro.

O evento representa o último ato formal antes do início do mandato – a diplomação dos eleitos já foi feita no último dia 16, no Fórum da Comarca. Durante a cerimônia, os vereadores, o prefeito e o vice-prefeito eleitos deverão prestar compromisso regimental.

Logo após a solenidade, a Câmara Municipal já dará início à primeira sessão extraordinária de 2017. O ato é necessário para que seja realizada a eleição da Mesa Diretora para o Biênio 2017/2018. A composição da Mesa é quatro vereadores: de presidente, vice-presidente, primeiro e segundo secretários. O atual líder governista, Maurício Cassimiro de Lima (PSDB), reeleito no pleito de outubro, é um dos nomes mais cotados para assumir a Presidência da Casa. Porém, conforme apurado nos bastidores, outros vereadores também têm a pretensão de comandar o Legislativo.

Durante a cerimônia inicial, tomarão posse – além de Lima – os vereadores também reeleitos Rafael Donizete Lopes (PROS), Carlos Aberto Sartori (PSDB) e César Augusto da Silva (PSD), além dos eleitos Luan Rostirolla (PRB), Beth Manoel (PSD), Professora Marisol (PSD), Mino Nicolai (PSL), Toninho Marangoni (PP) e Tiago Fontolan (PR). Também serão empossados o prefeito reeleito José Natalino Paganini (PSDB) e seu vice, Firmino Sanches (PSDB). O atual presidente da Câmara, Décio da Rocha Carvalho, o Zé Branco (PTC), não disputou as eleições deste ano. Já Pedro Tadeu Stringuetti (PPS), Juliano Feliciano (PRB), Joilson Batista Militão da Silva (PSDB), Marcos Paulo da Silva (PEN) e Carlos Aparecido Jamarino (PSC) não foram reeleitos.