Águas do Rio do Peixe também serão usadas no abastecimento da cidade (ItapiraNews)
publicidade

O abastecimento de água em Itapira deverá ganhar um reforço importante com a implantação de uma estação de captação das águas do Rio do Peixe na região rural das Duas Pontes.

O projeto para construção da nova estação que vai bombear a água por aproximadamente oito a 10 quilômetros até a ETA (Estação de Tratamento de Água) da Avenida dos Italianos já está em andamento.

Neste momento, a administração trabalha, por exemplo, com as questões relacionadas às autorizações e licenças ambientais. A captação de água do Ribeirão da Penha também continuará ativa.

O custo da obra é estimado em R$ 5 milhões e faz parte do pacote de investimentos que justificaram um empréstimo de R$ 30 milhões junto ao Finisa (Financiamento à Infraestrutura e Saneamento), programa de linhas de créditos da Caixa Econônica Federal destinados ao poder público.

Para o prefeito Toninho Bellini (PSD), a nova captação resolverá um antigo problema que todos os anos, durante a estiagem, ameaça o abastecimento de água na cidade. “Há uma série de loteamentos aprovados na cidade, desde a gestão anterior e agora também, então precisamos preparar o Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) para absorver toda essa nova demanda”, explicou.

Nova estação de captação será construída na região das Duas Pontes (ItapiraNews)

De acordo com ele, a obra deverá ser a primeira obra do pacote de investimentos anunciado pela Prefeitura após a aprovação do empréstimo. A nova captação será implantada em um ponto no qual já houve captação pela Usina Nossa Senhora Aparecida.

“No ano passado fizemos acordos de cooperação com as empresas cerâmicas para usar a água das cavas e ajudar no nível do Ribeirão da Penha durante o período mais crítico da falta de chuvas. Isso ajudou bastante, não tivemos necessidade de racionamento, mas é uma medida paliativa, é uma água mais pesada, que aumenta o custo de tratamento”, acrescentou o prefeito.

A expectativa do governo municipal é que a obra comece ainda neste ano, a depender do andamento dos processos licitatórios que exigem diversas etapas. “É uma obra que, acreditamos, irá resolver o problema com relação ao abastecimento de água em Itapira”, finalizou Bellini.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui