A marca do Turismo representa as belezas naturais e rurais do município (Divulgação).

A Secretaria de Cultura e Turismo de Itapira iniciou em abril o processo para registro da marca oficial do Turismo na cidade.

O registro da marca do Turismo garante ao município sua propriedade oficial e a exclusividade de uso, transformando-a em patrimônio imaterial e que pode, inclusive, resultar na arrecadação de recursos financeiros através da exploração de terceiros.

A marca do Turismo foi criada pelo designer Tiago Pereira Pompeu, que atua na Divisão de Comunicação Social da Prefeitura. Através de formas e cores, representa as belezas naturais e rurais do município (serras, céu, mata, pôr do sol), turismo de aventura (asa delta, Morro do Cruzeiro), além da arte, história e patrimônio itapirense (rosácea da Igreja do Salto, desenhada por Victório Coppos).

Tudo isso visto de uma janela (símbolo de receptividade e aconchego) ou de um dos mirantes da cidade. Aliada ao logo “Viva essa História”, a marca convida o turista – e também o próprio itapirense – a experimentar as belezas, sabores e simplicidade do local.

O procedimento é feito no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) através do intermédio de empresa Icamp Marcas e Patentes, especializada no trabalho.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui