Motoristas devem usar outras rotas para acessar bairro ou cidades vizinhas (Reprodução)
publicidade

A Prefeitura de Itapira informou, por meio de nota oficial, que está recorrendo da decisão da juíza Vanessa Aparecida Bueno que determinou a interdição da ponte de acesso ao distrito rural da Ponte Nova.

O bloqueio da passagem foi noticiado pelo Itapira News na tarde desta quarta-feira (19).

A decisão ocorre em razão de entendimento da Justiça, que acatou manifestações do Ministério Público, de que a estrutura não oferece as devidas condições de segurança para o tráfego.

A interdição ainda continua por tempo indeterminado e, enquanto isso, os motoristas devem utilizar rotas alternativas. Quem segue para Lindoia ou Águas de Lindoia tem como melhor opção a Rodovia SP-147.

Já quem precisa acessar a região da Ponte Nova deve seguir pelo bairro da Ponte Preta, por estrada de terra. “A Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal mantêm efetivos de plantão no local para orientar os motoristas sobre as rotas alternativas por Lindóia (asfalto) ou pelo bairro Ponte Preta (estrada de terra)”, informa a nota da administração.

Decisão judicia determinou bloqueio da passagem (Paulo Bellini/ItapiraNews)

A Prefeitura argumenta ainda que uma vistoria no final de janeiro passado teria atestado que a ponte possui condições favoráveis para trânsito de veículos leves, com até 8 toneladas).

A Justiça, no entanto, afirma que a estrutura ainda apresenta riscos e que não há fiscalização sobre a passagem de veículos pesados, como caminhões e ônibus.

“A Prefeitura lamenta pelo transtorno aos moradores da Ponte Nova e de cidades vizinhas que utilizam o acesso diariamente. Os transportes coletivos e escolares continuarão normalmente utilizando as rotas alternativas. A programação de Carnaval do bairro também está mantida”, finaliza a nota.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui