Henricão ganhou homenagem especial em São Paulo (ClikCampos/Reprodução)
publicidade

Nascido em Itapira em 1908, o ator, cantor, compositor e futebolista Henrique Felippe da Costa, o Henricão, foi homenageado no retorno dos desfiles carnavalescos em São Paulo (SP).

Figura importante na história do carnaval paulistano e um dos principais responsáveis pelo surgimento da Vai-Vai, ele foi lembrado também pela Acadêmicos do Tucuruvi com uma alegoria gigantesca no Anhembi.

Ele foi o primeiro Rei-Momo negro do carnaval de São Paulo, nos anos 1980. Henricão começou sua carreira como futebolista, atuando como goleiro em times como o Velo Clube de Rio Claro e Floresta, de Amparo.

Ao receber um convite para atuar no Corinthians, mudou-se para a capital e estreitou seus laços com o samba, participando da fundação do então Cordão Carnavalesco Vai-Vai e sendo o autor do primeiro samba do grupo, em 1930.

Compôs e gravou dezenas de sambas e sambas-enredo, ganhando notoriedade na parceria com Carmen Costa, que transformou em sucesso a composição ‘Está Chegando a Hora’, posteriormente regravada Wilson Simonal.

Também teve músicas gravadas por artistas como Elza Soares, Jacob do Bandolim e Elis Regina. Henricão ainda atuou em diversos filmes, trabalhando em obras de Mazzaropi e em pornochanchadas.

Na carreira do cinema, teve destaque especial ao interpretar um líder quliombola em uma versão em filme de Sinhá Moça, ganhando prêmios pela atuação. Apesar de sua trajetória fora de Itapira, Henricão nunca se esqueceu da cidade-berço.

Filho de congadeiro, visitava o município com frequência e se mantinha ativo em participações na tradicional Festa de Maio, integrando a Irmandadede São Benedito. Morreu em São Paulo em 1984.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui