Publicidade - Anuncie aqui também!
Novo semáforo já funciona na Vila Ilze
Novo semáforo já funciona na Vila Ilze
Publicidade - Anuncie aqui

O semáforo no cruzamento entre as ruas Conselheiro Laurindo, Espanha e Bandeirantes, mais a Avenida São Paulo, na Vila Ilze, já está em funcionamento.

O equipamento passou a operar na quinta-feira, inicialmente em fase de testes, e como não apresentou nenhum problema, já permaneceu ligado. Na sexta-feira, o Departamento de Trânsito manteve agentes de trânsito no cruzamento para orientar os motoristas sobre as mudanças.

É o 12º semáforo do município – e o primeiro equipamento digital entre eles, com um temporizador que exibe os segundos restantes para abertura e fechamento do sinal. De acordo com diretor municipal de Trânsito, Clayton Ribeiro, o sistema mantém o sinal aberto por 22 segundos. A luz amarela se acende durante três segundos, antes da chamada ‘vermelha total’, que interrompe o fluxo de veículos em todos os sentidos durante cinco segundos antes de reiniciar o ciclo com abertura do sinal verde.

“Fizemos estudos e percebemos que os tempos são suficientes para o tráfego fluir adequadamente”, frisou Ribeiro. A instalação dos quatro dispositivos teve início na segunda-feira com fixação dos postes e hastes que sustentam os equipamentos. Os semáforos começaram a ser instalados na quarta-feira, depois que as bases dos postes já haviam secado. O serviço foi feito pela empresa vencedora do pregão, cujo contrato teve o valor fixado em R$ 50 mil.

Ainda na quarta-feira, o Departamento do Trânsito iniciou a implantação da sinalização, com fixação de emplacamento alertando sobre o semáforo, além de faixas de orientação. As lombadas que antecediam o cruzamento também foram removidas. “Com o semáforo, elas perderam a função”, pontuou Ribeiro. Além dos novos dispositivos de controle de tráfego, a mudança também abrange a Rua Amazonas, que agora se tornou contramão para quem deseja chegar ao cruzamento. “Essa rua, agora, serve apenas para quem deseja sair do cruzamento. O sentido inverso fica proibido. Ficaria muito complicado mais uma rua dando acesso ao cruzamento com semáforo”, explicou o diretor. Para ele, o semáforo deve, no mínimo, reduzir drasticamente a ocorrência de acidentes no cruzamento, até então considerado ponto crítico dentro do mapa do trânsito itapirense.

“Creio que o semáforo possa amenizar essa situação, mas é claro que depende da consciência de cada motorista, que deve respeitar o equipamento” opinou. De acordo com Ribeiro, a intenção é substituir todos os semáforos da cidade pelos modelos dotados de tecnológica digital. No entanto, esse planejamento depende dos recursos da pasta, o que inviabiliza qualquer tentativa de mensurar um prazo para que as novas mudanças ocorram. Semáforos com dispositivos voltados aos pedestres também fazem parte dos planos do Departamento de Trânsito.