Gabriela coordena atividades do Procon em Itapira (Paulo Bellini/ItapiraNews)
publicidade

Uma das datas mais aguardadas por consumidores de todo o mundo, a Black Friday acontece nesta sexta-feira, dia 26 de novembro.

Embora seja uma ótima oportunidade para garantir ofertas e descontos especiais em inúmeros produtos, a ação também aumenta o risco de golpes e fraudes disfarçados de promoções, especialmente nas compras online.

“É importante tomar ainda mais cuidado com as compras online durante esse período, os golpistas estão desenvolvendo truques cada vez mais complexos para pegar o pessoal, então é preciso ficar bem atento”, alerta a advogada Gabriela Bernardes da Silva Stefanini, responsável pelo Procon de Itapira.

De acordo com ela, o período entre a Black Friday até o final do ano, com as compras de Natal, é um dos que costumam registrar maior número de denúncias e queixas sofre atos fraudulentos e golpes.

Além das compras online, Gabriela alerta para os cuidados durante as compras em lojas físicas.

“A pandemia trouxe uma nova modalidade de venda física, com entregas e compras escolhidas pela internet. Agora, estamos observando que algumas práticas desse período acabaram ganhando aspectos de práticas abusivas”, diz.

Posto do Procon fica na Praça Bernardino de Campos (Paulo Bellini/ItapiraNews)

Segundo a advogada, uma nova prática considerada abusiva e que está se tornando comum é a reserva de produtos mediante pagamentos via PIX.

“Nessa modalidade, o cliente escolhe uma peça através da rede social da loja e precisa enviar o valor completo para que o vendedor reserve a peça. Isso é abusivo, a pessoa não pode pagar o valor completo sem antes ver o produto pessoalmente”, explica Gabriela.

Ela recomenda ainda que é sempre melhor optar por comprar dentro de sites confiáveis, nunca em transações informais com o vendedor. “Se der algum problema, a plataforma não se responsabiliza”, completa.

O Procon separou algumas dicas importantes para orientar os consumidores durante a Black Friday, tanto para compras online quanto para compras físicas. Confira as orientações abaixo:

  • Monitoramento de preços 

O Procon-SP orienta que os consumidores comecem a monitorar os preços dos produtos que desejam comprar antes da Black Friday, em compras online é recomendado que seja feito prints das telas, para que seja possível avaliar se o valor é de fato promocional ou se até mesmo aumentou o preço no dia da promoção.

  • Evite comprar por impulso

Faça uma lista do produto ou serviço que deseja e estipule um limite de gasto, evitando assim gastar mais do que o previsto. Importante também fazer uma pesquisa de preços por meio de aplicativos e sites de comparação de preços.

  • Golpes virtuais

No caso de compras online, o consumidor deve ficar atento se o site informa seus dados, como endereço físico, telefone, e-mail, CNPJ e nome da empresa. Ao realizar a compra, é indicado salvar os documentos referentes ao pedido, que podem ser necessários em caso de problemas.

Antes de realizar a compra, recomenda-se consultar previamente a lista de sites não recomendados pelo Procon-SP.

  • Mudanças de preços em compras online 

Outro golpe que está sendo registrado é a mudança de preços no carrinho virtual após finalizar a compra.

“É preciso ficar atento se o boleto gerado é realmente da loja que você estava comprando, muitas vezes o site pode até estar certo, mas o boleto acaba levando para outro lugar”, explica Gabriela.

“Já foram registrados casos que a pessoa estava comprando em uma loja e o boleto gerado era de outra, e na verdade a pessoa estava pagando uma conta de um golpista”, completa.

Além da mudança de preços, é preciso ficar atento também caso a empresa cancele o pedido após o processamento da compra. Em casos assim, é recomendado denunciar – saiba como proceder.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui