Projeto já realizou 2.500 atendimentos com 150 pacientes (Divulgação)
publicidade

Criado em junho deste ano em Itapira, o projeto ‘SuperAção’ já acumula 2.500 atendimentos direcionados a pacientes com algum tipo de comorbidade – hipertensão, diabetes e obesidade – ou com Síndrome Pós-Covid.

Ao todo, o projeto realizado em parceria entre as secretarias municipais de Esportes e Lazer e de Saúde já atendeu 150 pacientes com atividades físicas personalizadas e oferecidas duas vezes por semana em todas as Unidades Básicas de Saúde.

De acordo com a professora e coordenadora administrativa do projeto, Priscila Samora Godoy Ribeiro, a equipe técnica está fazendo estatísticas dos dados das avaliações físicas feitas com os pacientes antes de eles iniciarem os treinamentos personalizados e após 16 sessões de treino.

“O que já conseguimos observar é uma grande melhora em todos os aspectos avaliados. Isso mostra que a proposta tem se mostrado eficaz”, afirmou.

Para participar do SuperAção é necessário que o paciente possua alguma das comorbidades entre hipertensão, diabetes ou obesidade e que sejam encaminhados pela equipe médica ou de enfermagem das Unidades Básicas de Saúde de referência.

Os interessados devem procurar a UBS e conversar com o enfermeiro responsável. O projeto conta com a participação de seis professores da Secretaria de Esportes e Lazer e um da Secretaria de Saúde: Leandro Araújo, Marcos Schmidt, Renata Nuci, Renato Verzani, Tamara Gervazoni, Thábata Candreva e Thales Storari.

A Coordenação Administrativa é da professora Priscila Samora Godoy Ribeiro, a Coordenação Técnica é do professor Moisés Diego Germano e Coordenação das UBS é feita pela Diretora da Rede Básica de Saúde Thuê Camargo Ferraz de Ornellas.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui