Emplacamentos não são mais feitos no Detran de Itapira, ao menos por enquanto (Paulo Bellini/ItapiraNews)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Quem comprou carro novo ou precisa transferir o veículo de município não conta mais com um posto de emplacamento em Itapira.

Desde o dia 31 de janeiro, os itapirenses que necessitam desse tipo de serviço têm que pegar a estrada e se deslocar até Mogi Guaçu.

Isso pelo fato de que, com o início da obrigatoriedade do uso das novas placas Mercosul para veículos zero quilômetro e em situações de troca de placa, o Detran (Departamento Estadual de Trânsito) em Itapira deixou de oferecer esse tiipo de atendimento.

Até agora, o único local habilitado para instalação das novas placas fica no Guaçu, segundo informado pelo próprio Detran. Sem uma comunicação prévia dessa situação, muitas pessoas foram pegas de surpresa.

A produção e instalação das novas placas agora são feitas somente por empresas devidamente credenciadas pelo órgão. Em Mogi Guaçu, a empresa credenciada é a Placasil, situada na Avenida dos Trabalhadores, 2.564, no Jardim Camargo.

O curso do par de placas é de R$ 210 – ou R$ 120 no caso de uma peça. As empresas podem oferecer o serviço de emplacamento em domicílio, o que deve acarretar outros custos ao contribuinte.

Segundo o Detran, ainda não há previsão de quando o emplacamento será retomado em Itapira, já que isso ainda depende do credenciamento de alguma empresa. O processo de credenciamento segue aberto no Estado de São Paulo.

Ao longo de todo o ano passado, foram feitos perto de 4,8 mil emplacamentos em Itapira, o que representa média mensal de 400 serviços. As placas Mercosul são obrigatórias agora para todos os veículos novos e também para casos de mudança de categoria, furto, extravio, roubo ou dano na placa, tarjeta ou lacre da placa traseira (padrão cinza), alteração de município ou de estado.