Eduardo Campos morreu em acidente aéredo (Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Eduardo Campos morreu em acidente aéredo (Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)
Eduardo Campos morreu em acidente aéredo (Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)
Publicidade - Anuncie aqui

O PSB (Partido Socialista Brasileiro) confirmou há pouco que estavam em companhia do candidato à Presidência da República pela coligação Unidos para o Brasil, Eduardo Campos, os assessores Pedro Valadares, assessor direto;  Carlos Augusto Percol, assessor de imprensa; Marcelo Lira, cinegrafista; e Alexandre Severo, fotógrafo oficial, além dos pilotos da aeronave Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, Marcos Martins e Geraldo da Cunha.

O avião caiu hoje (13) em Santos (SP) matando todos os ocupantes. A assessoria do PSB do Rio de Janeiro informou à Agência Brasil que o presidente do diretório regional, Glauber Rocha, não estava no voo.  Segundo a assessoria, Glauber Rocha está no interior do estado, onde faz campanha para a eleição de outubro. Há falta de informações oficiais, disse a assessoria. “Tudo o que sabemos é o que está saindo pela imprensa”, relatou.

O avião Cessna está registrado em nome da empresa AFAndrade Empreendimentos e Participações, com sede em Ribeirão Preto (SP). A aeronave foi fabricada em 2011 e tem capacidade para 12 pessoas.