Projeto executivo vai detalhar obras necessárias na antiga vicinal
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O DER (Departamento de Estradas de Rodagem) lançou editais que preveem obras de revitalização da rodovia SP-352 (Itapira-Amparo) e a contratação de projeto executivo para levantamento das obras necessárias para a recuperação da SPI-177/342 – a antiga vicinal entre Itapira e Mogi Guaçu. Os documentos foram publicados no DOE (Diário Oficial do Estado) para permitir a contratação dos serviços de recuperação que abrangem ainda outras rodovias do Estado de São Paulo.

Os editais correspondem ao segundo lote de licitações do pacote de obras anunciado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) no final de junho. Para a antiga vicinal, o projeto executivo – orçado em R$ 1,78 milhão – é necessário para detalhar as obras de recuperação da pista com 22,9 quilômetros de extensão, incluindo pavimentação dos acostamentos e implantação de faixas adicionais.

O prazo para execução do projeto é de oito meses e a abertura das propostas acontece no dia 6 de setembro. Já para a SP-352 no trecho Itapira-Amparo, o edital prevê a realização de serviços de conservação especial e reabilitação da sinalização horizontal no trecho entre os quilômetros 133,4 ao 162,54, também com prazo de oito meses para conclusão das obras. Neste caso, a abertura das propostas está marcada para o dia 30 de agosto. Ambos os editais podem ser acessados no site do DER.

Tanto as melhorias da rodovia entre Itapira e Amparo como o projeto executivo que vai definir as obras necessárias para recuperar a antiga vicinal Itapira-Guaçu foram conquistadas junto ao Governo do Estado pelo deputado Barros Munhoz, que em junho participou da cerimônia que confirmou a liberação dos recursos. “São conquistas espetaculares, ainda mais neste momento de crise e de grandes dificuldades financeiras que estrangulam a arrecadação dos estados e dos municípios. Mais uma vez o governador Geraldo Alckmin mostra seu comprometimento com a nossa região e com a segurança dos usuários das rodovias paulistas”, comentou o parlamentar.