Ocorrência aconteceu entre o fim da madrugada e o início da manhã em Itapira (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Quatro pessoas foram presas na manhã desta quarta-feira (22) em Itapira – sendo três delas acusadas de assaltarem um posto de combustíveis às margens da Rodovia SP-352, na região dos Prados.

A quarta pessoa foi capturada juntamente dos acusados do roubo, pois tinha contra si um mandado de prisão expedido pela Justiça. 

A ocorrência mobilizou unidades da Polícia Militar e contou com apoio da GCM (Guarda Civil Municipal). Segundo o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Civil, o roubo ocorreu por volta das 5h30, quando dois homens chegaram ao local e anunciaram o assalto, dando a entender que estariam armados – o que não se comprovou posteriormente. 

Um frentista entregou cerca de R$ 505,00 e eles fugiram em um carro que os aguardava nas proximidades. Os ladrões também levaram uma carteira com documentos de uma pessoa que estava no posto. Momentos depois, a PM recebeu informações de que um veículo modelo Eco Sport de cor preta havia passado em altíssima velocidade pela Avenida dos Italianos, tomando rumo à região do Cubatão.

 Quando patrulhavam pela Rua Marechal Deodoro, já no início da Vila Ilze, os policiais militares Melo e Tozzini se depararam com um veículo com as mesmas características estacionado defronte a uma residência e que ainda estava com o motor quente. De pronto, adentraram na casa onde se depararam com os acusados, visivelmente alterados por provável uso de drogas.  

No local estava parte do dinheiro subtraído – R$ 108,00 – além da carteira com documentos da vítima. O trio acusado de promover o assalto foi identificado como Fabrício Barbosa, 33, Ricardo Silva, 41 e André Pócco, 26. Na casa ainda estava Everton Pócco, 29, que era procurado pela Justiça. Uma mulher que também estava na residência e que seria namorada de um dos homens negou participação no crime e não ficou presa. 

Já o quarteto foi autuado ao ser apresentado ao delegado Anderson Cassimiro da Silva, sendo os três em flagrante acusados do roubo e o outro recolhido em razão do mandado. A carteira com os documentos foi restituída às vítimas, bem como parte do dinheiro recuperado. A Eco Sport também foi apreendida.