Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Um jovem de 27 anos foi detido pela Polícia Militar e encaminhado à Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos depois de ter divulgado, em grupos do WhatsApp, mensagens informando locais de blitz policiais em Itapira.

O caso aconteceu no início da tarde desta sexta-feira (22). Segundo apurado, equipes da Polícia Militar efetuavam um ponto de bloqueio na Rua Mauro Simões, próximo à região do Humberto Carlos Passarela e Flávio Zacchi, quando o rapaz de 27 anos passou em um carro e fotografou, com um celular, as viaturas.

Uma guarnição acompanhou o veículo e fez a abordagem. Foi quanto o indivíduo acabou confirmando que havia enviado a imagem em um grupo de WhatsApp criado justamente com o objetivo de alertar seus participantes acerca das operações policiais na cidade.

Embora ainda não haja tipificação penal na legislação brasileira para esse tipo de caso, os policiais conduziram o rapaz até a Delegacia, onde foi lavrado boletim de ocorrência não-criminal. Ele também recebeu multas e foi liberado, mas poderá responder futuramente caso seja indiciado.

Segundo apurado pela reportagem, a polícia já trabalha com diversas informações sobre grupos criados com o mesmo objetivo. No final do ano passado, um projeto de lei que torna crime a divulgação de blitz nas redes sociais foi aprovado na Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados. O objetivo é criar um mecanismo específico para punir a conduta de quem age desta forma. O texto segue em trâmite.