Espaço poderá ser explorado por até quatro anos (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A diretoria da Sociedade Recreativa Itapirense estará disponibilizando a partir do dia 26 de novembro o edital com as regras que os interessados em explorar sua lanchonete deverão seguir para participar do processo de seleção que será adotado.

As propostas deverão ser entregues na secretaria do clube até o dia 7 de dezembro para que uma comissão interna as avalie e defina qual será a oferta aceita para explorar o estabelecimento por um período de 48 meses.

O edital completo estará disponível tanto para empresas quanto para pessoas físicas. O documento detalha todas as regras que devem ser respeitadas e as condições mínimas exigidas dos interessados. Para pessoas físicas, a retirada do edital será feita mediante a apresentação de cópias autenticadas da Cédula de Identidade e CPF ou da Carteira de Habilitação. Já para pessoas jurídicas, é preciso apresentar cópias autenticadas do Contrato Social da empresa e dos documentos pessoais de seus sócios.

Os envelopes contendo as propostas terão de ser entregues devidamente lacrados, até às 17h00 do dia 7 de dezembro. Após o fim do prazo, uma comissão interna irá analisar as ofertas para definir qual será aquela que receberá o convite para a exploração da lanchonete.

Segundo o conselheiro do clube e um dos integrantes da comissão, Celso Souza, além do aspecto financeiro, também será levado em conta a experiência e a garantia de que o contratado irá prestar o serviço dentro da qualidade mínima exigida. “Queremos dar solução a uma questão e não criar um problema dentro do clube”, resumiu.

Além do aluguel mensal pela utilização da estrutura física do clube, o contratado também deverá pagar uma ‘joia’ pelo direito de exploração. O valor mínimo exigido para os 48 meses de contrato é de R$ 50 mil.