Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) aplicou reajuste de 9,9% na tarifa de água, válido para todas as faixas de consumo e em todas as modalidades de cobrança (residencial, comercial e industrial). O anúncio foi feito nesta terça-feira (26) pela Prefeitura e o aumento entrará em vigor a partir de 2018, com reflexos já nas contas de fevereiro

De acordo com a administração, com o reajuste o consumo mínimo – de até 15 metros cúbicos – passará de R$ 30,11 para R$ 33,10. Nesta faixa estão enquadradas a maior parte dos imóveis residenciais da cidade – cerca de 62,5% dos consumidores, o que corresponde a 14.396 unidades.

Segundo o SAAE, o reajuste é motivado pelo aumento nos custos de operação da autarquia, que deverão sofrer acréscimo próximo de 11% em 2018. Ainda de acordo com a autarquia, a estimativa é de que a majoração de itens como folha de pagamento, energia elétrica, produtos químicos, combustíveis e insumos para tapa-buraco alcance 7,83%.

“Deve-se somar a isso ainda a inflação projetada para o próximo período, o que faz com que ocorra uma estimativa de aumento de custos do SAAE da ordem de 10,81%, acima do reajuste previsto para a tarifa de água”, justifica texto divulgado pela Prefeitura.

“Mesmo assim, a água de Itapira continua sendo uma das mais baratas da região”, continua a nota. O reajuste deve ser confirmado nesta quarta-feira (27), por meio de ato regulamentar publicado no Jornal Oficial Eletrônico de Itapira. No ano passado, a autarquia elevou suas tarifas em 14,3% e, em 2015, em quase 25%.