Baixa umidade pode causar transtornos à saúde (Reprodução)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Baixa umidade pode causar transtornos à saúde (Reprodução)
Baixa umidade pode causar transtornos à saúde (Reprodução)
Publicidade - Anuncie aqui

O ar seco tem castigado os itapirenses nas últimas semanas. Desde agosto, o município enfrenta problemas relacionados à baixa umidade relativa do ar, com índices que já chegaram aos estados de alerta e até de emergência.

A umidade relativa do ar é a relação entre a quantidade de água existente na atmosfera e a quantidade que poderia haver diante da mesma temperatura.

O tempo seco é comum em períodos prolongados sem chuvas, mas quando os índices ficam muito baixos, é preciso adotar alguns cuidados para prevenir ou minimizar os efeitos à saúde – principalmente problemas no aparelho respiratório.

Veja algumas dicas:

  1. Crianças e idosos são os mais afetados pela baixa umidade do ar, por isso, é necessário ter atenção especial a esses dois grupos. Incentive a ingestão de bastante água (cerca de dois litros ao dia), além de sucos naturais feitos de maneira adequada e água de coco;
  2. Também é importante manter a higiene doméstica. Evite o acúmulo de poeira, que desencadeia problemas alérgicos. Evite também gerar fumaça com frituras ou churrasqueiras portáteis, bem como fumar em recintos fechados. No quintal, procure regar sempre as plantas e principalmente as folhagens. Isso evita a poeira e a terra úmida ajuda manter os ambientes umidificados;
  3. Prefira alimentos frescos e produzidos o mais próximo possível do horário de consumo. Substitua frituras por alimentos assados, assim como o sorvete de massa por picolé, especialmente de frutas. Queijos amarelos podem ser trocados por queijos brancos. Legumes e frutas têm bastante água e sais minerais na sua composição. Use receitas com esses ingredientes;
  4. Durma em local arejado e umedecido. Isso contribui para uma noite de sono tranqüila. Os ambientes podem ser umidificados com toalhas molhadas, reservatórios com água e até umidificadores de ar;
  5. A pele também merece atenção especial neste período. Evite banhos com água muito quente, que ressecam a pele, e use, sempre que possível, um creme hidratante. Em caso de irritação das vias aéreas e dos olhos, use soro fisiológico para lavar os olhos e as narinas. Na rua, use protetor solar com hidratante, de acordo com o tipo de sua pele;
  6. Evite ficar muito tempo com o sistema de ar condicionado ligado. Um aparelho que não esteja limpo corretamente pode causar problemas respiratórios e ressecam o ar do ambiente;
  7. Roupas leves, mesmo no ambiente de trabalho, ajudam a manter  o corpo mais fresco. Evite aglomerações e tente permanecer em áreas com vegetação;
  8. Atividades físicas devem ser feitas apenas em horários com menos sol, como antes das 10h00 e após 17h00.