Publicidade - Anuncie aqui também!
Projeto de lei prevê reajuste de 11,75% no piso salarial paulista (A2 Fotografia/Edson Lopes Jr)
Projeto de lei prevê reajuste de 11,75% no piso salarial paulista (A2 Fotografia/Edson Lopes Jr)
Publicidade - Anuncie aqui

Cerca de 8 milhões de pessoas no Estado de São Paulo se beneficiarão com o novo piso salarial proposto pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB).

O Projeto de Lei que estabelece mudanças no piso regional paulista, o salário mínimo do Estado, foi encaminhado à Assembleia Legislativa de São Paulo na segunda-feira (1º).

A nova proposta prevê um reajuste de 11,75% para a primeira faixa, que passa a ser de R$ 905, e para segunda faixa, que passa a valer R$ 920 reais, representando um acréscimo de 10%. Atualmente, o piso paulista em vigor é dividido em três faixas com valores de R$ 810, R$ 820 e R$ 835.

Confira aqui os tipos de trabalhos que se encaixam em cada faixa. “Estamos mandando para Assembleia Legislativa em regime de urgência, e a partir de 1º de janeiro já entra em vigência. É um reconhecimento de São Paulo, terra de trabalhadores, terra de oportunidades. E isso também ajuda a economia. As conquistas dos trabalhadores refletem em toda a sociedade”, afirmou o governador.