Peixes mortos foram descobertos por pescadores (Paulo Bellini/ItapiraNews)
publicidade

A Sama (Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente) de Itapira investiga as causas de uma mortandade de peixes verificada lagoa existente na região conhecida como ‘Meia Lua’, próxima ao Jardim Galego.

A situação foi percebida já no fim de semana por pescadores e moradores próximos. Na manhã desta segunda-feira (24) um vídeo foi enviado ao Itapira News para mostrar a quantidade de peixes da espécie tilápia que estavam boiando na água.

O caso também chegou ao conhecimento da Sama, que no período da tarde enviou um técnico ambiental e uma bióloga para avaliar o local.

Entre as principais suspeitas está a possibilidade de que a comporta do lago tenha sido aberta propositamente para que o nível d’água baixasse, facilitando um possível furto de peixes.

“Foi detectado que o nível desse tanque baixou muito, o que leva a crer que possivelmente ocorreu um furto de peixes no local”, comentou o diretor da Sama, Anderson Martelli. De acordo com ele, com pouca água a densidade bioquímica do oxigênio ficou comprometida, causando a morte dos peixes.

Segundo os técnicos que foram ao local, os próprios pescadores, que nada têm a ver com as causas da mortandade, teriam fechado novamente a comporta do lago e a água já estaria subindo novamente.

Com acesso bem difícil e rodeada por uma mata fechada, a lagoa pertence à Usina Nossa Senhora Aparecida, que será notificada pela pasta municipal.

“Por enquanto realmente parece que alguém represou a água que abastece o tanque ou soltou a água, então tudo leva a crer realmente que houve uma sabotagem para furto, e não uma contaminação ou algo assim”, disse Martelli.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui