publicidade - anuncie aqui

A Secretaria Municipal de Saúde de Itapira confirmou nesta terça-feira (14) o primeiro óbito provocado pela dengue no município neste ano. A vítima é um homem de 45 anos que faleceu no dia 19 de abril e não tinha outras comorbidades.

Os últimos boletins epidemiológicos divulgados pela Prefeitura já traziam a informação de que três óbitos suspeitos estavam em investigação – agora são quatro, além do já confirmado.

“Os sintomas se iniciaram na segunda-feira, dia 15 de abril, e na sexta, 19, após agravamento, ele foi encaminhado ao Pronto Socorro do Hospital Municipal, onde infelizmente não resistiu”, diz nota da Prefeitura.

O exame feito no município já havia sido positivo para dengue, mas por se tratar de morte suspeita foi necessário seguir o protocolo de investigação e enviar uma amostra ao Instituto Adolfo Lutz.

“O resultado chegou neste fim de semana e apontou a contaminação pelo vírus DENV2. Além dessa confirmação, o município investiga mais quatro casos de óbitos suspeitos que podem ter sido ocasionados pela dengue”, completa o comunicado.

A cidade vive uma epidemia da doença que já totaliza 7.685 casos desde o início de 2024. Somente na última semana foram adicionados novos 460 registros às estatísticas e há 13 pacientes internados.

Todas as regiões de Itapira concentram casos positivos da doença, com maior incidência em bairros como Cubatão, Jardim Magali, Jardim Raquel e Vila Ilze, que desde o início da epidemia lideram o ranking das contaminações.

A grande maioria dos casos também é autóctone, ou seja, o vírus foi contraído no próprio município. O boletim epidemiológico com o total de casos por bairros pode ser consultado aqui.

Print Friendly, PDF & Email
Publicidade - Anuncie aqui