Coronel Almeida falou a agentes e guardas em reunião nesta quarta-feira (Paulo Bellini/ItapiraNews)

O secretário municipal de Defesa Social de Itapira, Coronel José Rodrigues Gonçalves de Almeida, se reuniu na manhã desta quarta-feira (13) com agentes de trânsito que atuam na Prefeitura.

Na pauta do encontro, estratégias para reforçar a atuação dos profissionais para que a fiscalização de eventuais situações de infrações e abusos seja mais eficiente na cidade.

Guardas civis municipais credenciados para atuar na fiscalização de trânsito também participaram da reunião abrigada na sede da Defesa Civil.

Mantenha-se bem informado: curta nossa página no Facebook, siga-nos no Instagram e também pelo Twitter

“O Departamento de Trânsito é uma das áreas subordinadas à Defesa Social e tem diversos setores, como engenharia, operacional, sinalização viária e a fiscalização. No passado, durante minha gestão na secretaria, fizemos concurso para oito agentes. Porém, agora, temos apenas três atuando”, disse Coronel Almeida.

De acordo com ele, a redução no quadro está ligada à saída de alguns agentes, sem que outros concursos para aumentar o efetivo tenham sido abertos. Com isso, na avaliação do secretário, o setor teve sua capacidade produtiva bastante reduzida nos últimos anos.

Para secretário, setor precisa ser revitalizado para melhorar operações na cidade (Paulo Bellini/ItapiraNews)

“Nesse ano, porém, não vamos conseguir contratar, não dá para aumentar os gastos com pessoal diante de tudo o que vem ocorrendo com a crise da pandemia. Então, por enquanto, preciso trabalhar com o que tenho, mas é possível melhorar esse trabalho. É perfeitamente possível revitalizar esse setor a partir de orientações corretas, apoio da GCM (Guarda Civil Municipal) e operacionalidade”, destacou Coronel Almeida.

Na reunião, o secretário palestrou sobre o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), abordando temas ligados à legislação vigente, e também deu orientações a respeito da conduta, postura e atendimento ao público pelos agentes.

“Quero que os agentes tenham uma presença mais efetiva na cidade. Hoje, a Zona Azul contribui com parte desse trabalho de fiscalização, com a regulamentação dos estacionamentos, então os agentes podem atuar de maneira mais efetiva para inibir os infratores. É preciso oxigenar esse setor, usar melhor o potencial que temos à disposição e valorizar o departamento e os agentes”, finalizou.

Publicidade - Anuncie aqui