Defesa Civil e SAMU atuaram no socorro às vítimas (Divulgação)
Publicidade    
Publicidade - Anuncie aqui

Um rompimento em uma das tubulações de amônia utilizada para refrigeração no parque fabril de uma empresa de Itapira fez com quem seis funcionários precisassem ser atendidos no Hospital Municipal, nesta quinta-feira (3).

O caso ocorreu por volta das 17h20 na Jampac Indústria e Comércio de Alimentos, situada na região da Vila Penha do Rio do Peixe. Segundo nota emitida pela empresa, o incidente foi percebido rapidamente por brigadistas que acionaram o sistema de nebulização, minimizando os efeitos prejudiciais à saúde da substância química.

Foi feita a evacuação do prédio e seis pessoas receberam o primeiro atendimento ainda na empresa, sendo levadas ao Pronto Socorro do Hospital Municipal por unidades do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e da Defesa Civil.

Não foram divulgados mais detalhes sobre as vítimas, que passaram por avaliação médica e permaneceram em observação. Segundo apurado pela reportagem, felizmente nenhuma delas sofreu danos de natureza grave à saúde.

“A empresa informa que já efetuou o reparo e que está prestando o auxílio necessário aos funcionários socorridos e seus familiares, lamentando o ocorrido”, destacou o texto emitido pela direção da Jampac.

A amônia é comumente utilizada em processos de refrigeração em grandes indústrias. O composto, no entando, é altamente prejudicial à saúde, com efeito corrosivo para a pele, olhos, vias aéreas superiores e pulmões.

O prefeito José Natalino Paganini manteve contato com a reportagem e disse ter recebido um relatório da ocorrência pela Defesa Civil. Ele também lamentou o ocorrido, mas destacou que o pronto atendimento das equipes evitou possíveis consequências mais sérias. “As equipes de Segurança do Trabalho da Jampac atuaram rapidamente, e as do SAMU e da Defesa Civil, também, providenciando a remoção das pessoas que necessitaram de socorro médico. Felizmente, não houve gravidade”, comentou ao Itapira News.