Buscam e investigações continuam para elucidar caso envolvendo desaparecimento de dois homens (Paulo Bellini/Itapira News)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O desaparecimento de dois homens em Itapira segue envolto em muito mistério. Os amigos Roosevelt Felipe de Almeida, 31, e Rodrigo Rafael da Costa, 29, saíram juntos no dia 23 de dezembro e não mais foram vistos.

Quase 15 dias depois, as famílias de ambos seguem sem notícias e em clima de desespero. O carro em que os dois homens saíram foi encontrado em chamas na madrugada às vésperas do Natal.

As autoridades também encontraram cápsulas de arma semiautomática e manchas de sangue nas proximidades do local em que o carro foi localizado, em uma região de canavial em Itapira.

Depois, a arma também foi encontrada dentro do carro, totalmente queimada assim como o veículo. “Estamos em um momento difícil, os dias estão passando e não temos notícia de nada ainda. Nossa família fica sem saber o que fazer”, disse o pai de Rafael ao programa Cidade Alerta.

  • MISTÉRIO

O carro encontrado em chamas foi emprestado de um amigo por Roosevelt para uma viagem ao Paraná, onde teria ido para vender um de seus quatro caminhões. Ao retornar da viagem, ele ficou um pouco em casa, visitou a mãe e depois saiu.

Foi quando passou na casa de Rafael. Os dois saíram juntos e não mais retornaram, nem deram mais qualquer sinal de vida. A Polícia Civil segue investigando o caso e não descarta a hipótese de duplo homicídio.

“Estamos trabalhando no caso dar dar respostas às famílias e à sociedade, mas ainda não há qualquer novidade”, comenta o investigador-chefe do SIG (Serviço de Investigações Gerais), Daniel Portilho.

Buscas seguem sendo realizadas, mas até agora, nenhum sinal dos dois homens. Várias outras linhas de investigação também estão em andamento. Enquanto isso, os familiares seguem em clima de muita angústia. “Meu coração está em pedaços”, disse a mãe de Roosevelt, também ao programa de TV.