Ao todo, 10 hotéis de Águas de Lindoia participaram do projeto de requalificação (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Fechados desde 22 de março em razão da quarentena provocada pelo coronavírus, 10 hotéis de Águas de Lindóia voltarão a abrir as suas portas neste mês de outubro.

O que para muitos foi um período desafiador, para esses estabelecimentos o momento foi oportuno para requalificar 400 funcionários por meio de um projeto oferecido pelo Senac de Itapira.

Mantenha-se bem informado: curta nossa página no Facebook, siga-nos no Instagram e também pelo Twitter

O trabalho de solução educacional foi customizado de forma a seguir todas as medidas de segurança e especialmente desenvolvido para o segmento corporativo, com aulas 100% online.

A capacitação atendeu 26 turmas com um curso de 60 anos sobre Meios de Hospedagem – Hospitalidade, Excelência e Boas Práticas de Prevenção à Covid-19, além de outras 60 horas com temas específicos de acordo com a área de atuação dos participantes.

Desta forma, foram abordadas questões relacionadas à Formação de Garçom, Higiene e Manipulação de Alimentos, Conservação e Distribuição de Alimentos, Serviços de Governança em Meios de Hospedagem, Técnicas Básicas em Manutenção e Limpeza Predial, Inglês, Excel e Práticas Administrativas.

A capacitação envolveu docentes e especialistas de Itapira e das unidades educacionais Aclimação, Barretos, Campinas, Mogi Guaçu, Registro, Salto, São Miguel Paulista e Sorocaba.

“Em sete anos de Senac, considero este projeto como um dos mais desafiadores. Tanto pelo número de clientes e alunos envolvidos em única proposta, quanto pelo prazo para elaboração e formato remoto para entrega. É um resultado incrível”, conta Samara Jugni Sartori, executiva de contas do atendimento corporativo do Senac Itapira.

  • HOTÉIS

O projeto de requalificação profissional atendeu funcionários dos hotéis Villa di Mantova Resort, Panorama, Recanto Paraíso, , Majestic, Recanto Bela Vista, Glória, Hotel do Lago, Guarany, São Luiz e Plazza, com foco especial na reabertura pós-pandemia com toda a segurança exigida pelo Ministério da Saúde.

“Foi uma reprogramação mental para toda equipe, como esse primeiro atendimento corporativo remoto, mas sempre preocupados em oferecer uma educação com qualidade. Priorizamos turmas com média de 35 alunos, favorecendo o uso de metodologias ativas e fortalecendo as marcas formativas do Senac, estimulando o aluno no desenvolvimento do seu projeto de vida, com esta oportunidade de reciclagem na formação pessoal e profissional”, comemora Rita de Cássia Coimbra, gerente do Senac Itapira.

Publicidade - Anuncie aqui