Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Um resgate absolutamente dramático. Assim pode ser definida a operação de resgate de um servidor público municipal que teve o corpo quase que totalmente soterrado na manhã desta quarta-feira (31) em Itapira.

O homem de 72 anos anos é supervisor de obras na Secretaria Municipal de Serviços Públicos e acompanhava uma obra de construção de galerias de águas pluviais na Rua Inglaterra, na região da Vila Ilze.

A obra é da própria secretaria, e não do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), conforme informado às autoridades no início da ocorrência. Felizmente, ele foi retirado com vida do buraco e conduzido ao Pronto Socorro do Hospital Municipal pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

As informações preliminares são de que ele passa bem, mas um boletim médico será divulgado em breve.

Servidor caiu em vala e ficou preso pela terra (Itapira News)
  • QUEDA

Segundo moradores próximos, por volta das 10h35, a vítima se encontrava em uma das extremidades do buraco quando o barranco cedeu e ele caiu dentro da vala com profundidade de aproximadamente quatro metros.

O homem ficou somente com o pescoço para fora e chegou a desmaiar, segundo testemunhas. A situação era ainda mais grave tendo em vista que existia risco iminente de haver novos desmoronamentos de terra.

Operação mobilizou diversas equipes de socorro e segurança (Itapira News)

Além disso, a água continuava jorrando de uma tubulação rompida para a realização dos trabalhos. Uma pá carregadeira auxiliava na retirada do excesso de água que se formava no buraco e ameaçava ainda mais os trabalhos.

Inicialmente, a operação mobilizou agentes da Defesa Civil e dos Bombeiros Voluntários, além de outros servidores e membros da Patrulha Ambiental. Unidades da GCM (Guarda Civil Municipal) e da Polícia Militar isolaram o local. Ambulâncias e equipes médicas também foram para o local.

Vítima foi retirada após quase uma hora de tensão (Itapira News)

Muitos populares se aglomeraram para acompanhar a situação em um clima bastante tenso. O prefeito José Natalino Paganini (PSDB) acompanhou toda a movimentação no local, bem como outros secretários da administração.

Por volta de 11h20 uma equipe do Corpo de Bombeiros de Mogi Guaçu chegou e assumiu o comando dos trabalhos. Ao todo, a operação de resgate demorou mais de uma hora.

Homem de 72 anos estava consciente e foi levado ao HM (Itapira News)

O corpo do trabalhador estava preso por muito barro e foi preciso utilizar uma bomba de sucção para remover o excesso de terra e água e reduzir a pressão principalmente nos membros inferiores.

O helicóptero Águia chegou a ser colocado de prontidão, mas não houve a necessidade de socorro aéreo. A obra acontece desde junho com a finalidade de construir novas galerias de águas pluviais para evitar alagamentos na parte baixa do bairro.