Publicidade - Anuncie aqui também!
Emissora investe em novos equipamentos para transmissão digital
Emissora investe em novos equipamentos para transmissão digital
Publicidade - Anuncie aqui

O sinal digital da EPTV (Empresa Paulista de Televisão) deverá estar disponível até junho no município. A informação foi confirmada pelo engenheiro de projetos de telecomunicações da emissora afiliada à Rede Globo, Daniel Turchetti.

No momento, a EPTV investe instalação de equipamentos da nova torre de retransmissão construída no Della Rocha II, em área cedida pelo município.

Conforme explicou Turchetti, a estrutura da torre já está pronta, falta ainda a conclusão do fechamento e adaptações da parte física que abrigará os novos equipamentos. Os trabalhos devem ser encerrados até março.

Segundo o engenheiro, a instalação da nova torre é o último passo antes da liberação do sinal, dentro de um processo que começou há quase três anos, em março de 2011. “A liberação do sinal só depende de questões burocráticas e jurídicas. A torre já foi finalizada e, agora, vamos entrar na fase de instalação dos equipamentos”, explicou o engenheiro.

Apesar da expectativa da emissora, ainda não é possível mensurar um prazo para a abertura do sinal digital. “Existe um esforço para que o sinal seja liberado até a Copa do Mundo de Futebol (que começa no dia 12 de junho). Mas, isso depende do Ministério das Comunicações, que tem que aprovar o projeto em conjunto com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), que tem que emitir o ato de uso de rádio frequência, bem como aprovar o local e os equipamentos”, comentou.

De acordo com Turchetti, a demora do processo costuma ser relativa, variando de acordo com cada caso. “Alguns processos são finalizados rapidamente pelo Ministério, outros demoram mais. Não há como prever. Mas, também existe um esforço em acelerar a liberação dos sinais digitais em cidades com população acima de 50 mil habitantes, como é o caso de Itapira”, frisou.

A liberação do sinal digital prevê mais qualidade visual e sonora às transmissões televisivas, e estará disponível aos cerca de 21,7 domicílios com aparelhos de TV no município.

A EPTV contabiliza pelo menos 77 mil telespectadores potenciais de sua programação em Itapira, mas, para captar o sinal, é necessário que o televisor possua um conversor. “Os aparelhos mais novos já saem de fábrica com esse conversor integrado. No caso das TVs mais antigas, é possível acoplar um decodificador do sinal”, explica Turchetti.