Os veterinários Rodrigo Domingues e Juliana Medeiros atuam para tentar salvar tatu queimado (ItapiraNews/Divulgação)

O tatu-galinha resgatado com graves queimaduras de um grande incêndio em vegetação na última terça-feira (27), em Itapira, segue internado na Clínica Veterinária e Pet Shop Xodó.

O animal foi socorrido pelas equipes da Patrulha Ambiental e da Defesa Civil, retirado das chamas que devastaram uma área próxima à Rodovia SP-352 (Itapira-Jacutinga).

Nesta quinta-feira (29) o médico veterinário Rodrigo Luiz Domingues atualizou as informações sobre a saúde do bichinho.

De acordo com ele, o quadro tem evoluído positivamente, mas infelizmente o tatu ainda corre grande risco de morte.

“Ele está estabilizado, em evolução para melhor. A expectativa de que ele sobreviva agora é maior, mas a situação ainda é muito crítica. Estamos fazendo o necessário”, disse.

O veterinário destacou que a dificuldade maior tem sido lidar com um quadro de edema pulmonar e desidratação do bicho.

“Temos alguns desafios, como a infecção secundária pela perda de todo o tecido cutâneo. Existe um edema pulmonar, então não podemos sobrecarrega-lo com líquido, e ao mesmo tempo ele está desidratado, então não pode ficar muito tempo sem água para que os órgãos vitais não sejam comprometidos, especialmente o rim”, explicou Domingues.

O tatu tem sido acompanhado dia e noite pela equipe da Xodó, que atende voluntariamente os animais silvestres e selvagens resgatados por órgãos públicos. A veterinária Juliana Medeiros, que atua na clínica, também desabafou sobre o caso.

“O sofrimento do animal é algo angustiante. Ele está medicado e recebendo todos os cuidados necessários. Estamos torcendo e fazendo todo o possível para que sobreviva e possa voltar à natureza”, concluiu.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui