publicidade - anuncie aqui
Uma aluna de 12 anos da Escola Estadual Benedito Flores de Azevedo, em Itapira, gerou comoção ao escrever uma cartinha endereçada à população do Rio Grande do Sul.
A cartinha foi entregue aos agentes da Defesa Civil que foram à unidade escolar buscar os quase mil litros de água arrecadados pelos alunos para ajudar as vítimas da tragédia que abalou o povo gaúcho.
De próprio punho, Beatriz Alves de Oliveira transmitiu aos moradores do estado fortemente castigado pelas enchentes mensagens de apoio e esperança em um momento tão difícil.
“Vocês vão sair dessa, tudo voltará ao normal depois, pois Deus programou um bom recomeço”, escreveu a menina que reside com a família na região do bairro Flávio Zacchi. A atitude encheu de orgulho o coração dos familiares.
“Ela me disse que queria escrever uma carta para os gaúchos e eu disse que se ela estava sentindo isso no coração, que poderia fazer, e que tentaríamos fazer com que essa cartinha chegasse lá no Rio Grande do Sul. Foi uma coisa muito linda”, disse a mãe de Beatriz, Elisângela Maria Arcanjo de Oliveira, 49.
Cartinha escrita de próprio punho pela estudante itapirense Beatriz (Reprodução)
O pai Vanderlei Alves de Oliveira e os irmãos Bruno e Murilo também ficaram contentes com a atitude. Além disso, a ação também emocionou a equipe gestora da escola e do coordenador da Defesa Civil, Ronaldo Ramos da Silva.
“Quando fomos retirar as doações na escola a mãe da Beatriz nos disse que sua filha tinha escrito essa carta, e nesse momento nós já nos emocionamos. Eu cheguei a chorar, pois estamos vendo tanta coisa em relação a essa tragédia, e quando cheguei ao quartel fiz questão de mostrar para todo mundo da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros”, disse.
A carta, de acordo com ele, foi deixada diretamente com o motorista de uma das carretas que está transportando as doações até o Rio Grande do Sul. “E ele se comprometeu a entregar a algum responsável oficial quando chegar lá”, frisou.
Beatriz e a mãe Elisângela: cartinha será enviada junto das doações de água ao RS (Paulo Bellini/ItapiraNews)
A diretora da Escola Benedito Flores de Azevedo, Patrícia Helena de Toledo Adorno, também elogiou a iniciativa da estudante e lembrou que o ato traduz o lema da escola de incentivar a solidariedade dos alunos.
Ela frisou ainda que a arrecadação de água potável foi organizada pelo Grêmio Estudantil CMR (Crescer, Mudar e Renovar) e que toda a comunidade escolar se engajou fortemente na ação.g
“Os alunos da escola foram convidados a colaborar e levar garrafas de água potável lacradas para doação. A iniciativa teve grande repercussão por toda a escola, equipe, familiares dos alunos e a arrecadação chegou a quase mil litros de água”, afirmou.
Diante do saldo tão positivo, a diretora confirmou que os alunos serão presentados, em breve, com um Dia do Cachorro-Quente como forma de reconhecer o empenho de todos na campanha solidária emergencial.
Print Friendly, PDF & Email
Publicidade - Anuncie aqui