O pastor-maremano-abruzês é ativo durante o dia e a noite, é amigo e protetor (Márcio de Campos/TG)
Publicidade - Anuncie aqui também!
O pastor-maremano-abruzês é ativo durante o dia e a noite, é amigo e protetor (Márcio de Campos/TG)
O pastor-maremano-abruzês é ativo durante o dia e a noite, é amigo e protetor (Márcio de Campos/TG)
Publicidade - Anuncie aqui

A equipe do programa Terra da Gente, exibido nas tardes de sábado pela EPTV (emissora afiliada da TV Globo na região), veio à Itapira para conhecer um pouco da história dos cães pastor-maremano-abruzês.

Originária da Itália, a raça é comumente empregada na proteção de rebanhos de ovelhas. A matéria, exibida na edição deste sábado (11) do programa, foi gravada na Fazenda Talisman, onde os animais são criados soltos e em pequenas matilhas.

De acordo com o programa, antigas publicações romanas indicam que a espécie existe desde antes de Cristo, época em que a raça já foi associada à proteção de rebanhos. Resistente e com fácil adaptação às condições do ambiente, os cães são ativos durante o dia e à noite.

Além dos rebanhos, também são empregados na defesa dos homens do campo. Os pastores-maremanhos demarcam o território a partir da urina e, ao sinal de qualquer anormalidade dentro de um raio de mil metros, reagem com o latido e, se o predador insistir na aproximação, partem para o ataque.

Apesar da bravura e coragem, a raça é dócil e pode conviver como animal doméstico, desde que tenha bastante espaço para brincar e correr. Entre os cães da propriedade itapirense, o cão Fox é exemplo de uma linhagem de sucesso da raça. “Grande campeão brasileiro e latino-americano, este maremano tem olhos puxados, cabeça em formato triangular e pelagem ideal para desempenhar a tarefa”, descreve a equipe do programa. O vídeo do programa pode ser conferido no site do Terra da Gente.