Kassab e Bellini durante lançamento de pré-candidatura em Itapira (Leo Santos)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Kassab e Bellini durante lançamento de pré-candidatura em Itapira (Leo Santos)
Kassab e Bellini durante lançamento de pré-candidatura em Itapira (Leo Santos)
Publicidade - Anuncie aqui

O ex-prefeito de Itapira, Antônio Hélio Nicolai, o Toninho Bellini, confirmou sua pré-candidatura à administração da cidade nas eleições deste ano. A confirmação foi feita no último sábado (27), durante encontro na Câmara Municipal que contou com lideranças do PSD (Partido Social Democrático), partido no qual Bellini está filiado.

Na ocasião, o ex-prefeito – e adversário político do atual governo municipal – recebeu o presidente nacional da sigla e ex-deputado federal Guilherme Campos e o atual ministro das Cidades, Gilberto Kassab.

O evento começou às 15h30 e reuniu perto de 100 pessoas, que durante 1h30 acompanharam discursos dos três principais nomes do dia. “Estamos aqui dando o pontapé inicial na candidatura de Toninho Bellini para prefeito de Itapira”, disse Campos na abertura do evento. “Ele já foi prefeito, já mostrou que tem compromisso com a cidade e demonstrou sua retidão e seu caráter”, acrescentou.

Além de correligionários e membros do PSD no município, o evento também atraiu algumas autoridades regionais ligadas ao partido, bem como representantes de pelo menos 10 outras siglas que deverão formar coligações na possível tentativa de Bellini ao Paço Municipal.

Em seu discurso, Kassab defendeu a legalidade da candidatura de Bellini – o ex-prefeito teve suas contas rejeitadas pela Câmara Municipal, apesar do parecer favorável do TCE (Tribunal de Contas do Estado). “A legislação eleitoral é muito sábia. Nós sabíamos que o adversário iria dizer que Toninho Bellini está inelegível, por isso a primeira coisa que fizemos foi analisar toda a documentação juntamente com nosso (departamento) jurídico e não há nenhuma dúvida de que ele pode ser candidato”, disse o ministro.

Apesar de confirmar sua pré-candidatura, Bellini ponderou que “tudo ainda será consolidado” nos próximos meses. “Temos um grupo, temos dez partidos que estão alinhados e estamos definindo tudo”, comentou.