Acidente ocorreu na SP-352 e tirou a vida de duas pessoas (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O primeiro dia de junho chegou com muita violência no trânsito itapirense. Depois de um acidente que deixou um motociclista gravemente ferido, registrado neste sábado (1), outra colisão provocou a morte de duas pessoas que ocupavam uma moto.

Assim como na primeira ocorrência, a tragédia registrada por volta das 21h00 aconteceu na Rodovia SP-352 (Itapira-Jacutinga), nas proximidades da empresa Estrela, região de Barão Ataliba Nogueira.

As informações iniciais dão conta de que as duas vítimas estavam em uma moto Yamaha que trafegava com sentido a Jacutinga (MG) e acabaram sendo colhidas por um carro modelo Parati que seguia no mesmo sentido.

Depois do acidente, o condutor do carro teria deixado o local e não havia, até o fechamento desta matéria, informações sobre sua identificação. Os guardas civis municipais Depieri e Marchioretto, que chegaram primeiro ao local, ainda chegaram a iniciar os primeiros socorros, mas infelizmente os óbitos ocorreram ainda no local.

Logo em seguida, outra viatura da GCM, com Manoel e Sabadini, também chegou em apoio. O tráfego ficou bastante complicado e a rodovia precisou ser interditada por alguns momentos.

As vítimas fatais foram identificadas como sendo Gilmar Machado dos Anjos, 32, e Lucas da Silva Ferreira, 24. Logo na sequência, mais uma moto atingiu a traseira de um caminhão que estava parado na pista.

Rodovia perigosa registrou novos acidentes neste sábado (Divulgação)

Segundo informações preliminares, a vítima foi socorrida com ferimentos graves ao Pronto Socorro do Hospital Municipal. Em seguida, ocorreu um engavetamento envolvendo outros quatro carros. Nesta colisão, não houve vítimas graves.

Todas as circunstâncias da tragédia ainda estão sendo apuradas pelas autoridades. Unidades da Polícia Militar e Polícia Militar Rodoviária foram para o local, bem como equipes de resgate do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Defesa Civil com os agentes Tonolli e Silva; da Intervias – concessionária que administra a pista e dos Bombeiros Voluntários, com Cecília e Cristiano.

O IC (Instituto de Criminalística) foi acionado e realizou a perícia no local, liberando os corpos aos cuidados do Serviço Funerário Itapirense, que fez a condução ao IML (Instituto Médico-Legal) de Mogi Guaçu (SP) para exames e posterior liberação à família. A ocorrência foi encaminhada para registro na Delegacia de Polícia pela PMR.