Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A Uipa (União Internacional Protetora dos Animais) de Itapira divulgou uma relação de produtos necessários para auxiliar nos cuidados aos 13 cães resgatados em situação de risco em uma residência em Itapira.

A entidade atuou em conjunto com a Patrulha Ambiental em uma operação na manhã da última segunda-feira (30), após descobrir que os animais viviam em condições de maus-tratos.

O responsável pelo imóvel também sofre de problemas mentais e está recebendo cuidados da Secretaria Municipal de Promoção Social. Os cães estavam subnutridos em razão da falta de água e de comida e viviam em meio a muito lixo.

De acordo com a Uipa, a população pode contribuir com doações financeiras ou diretamente com produtos como ração e medicamentos. Os cachorros estão recebendo atendimento veterinário e alguns deles terão de ficar internados.

Cães foram resgatados em imóvel de homem com problemas mentais (Divulgação)

A entidade divulgou que precisa com urgência de patê, sachês, ração para filhotes Super Premium e unidades de Promum Dog Tabs, que são suplementos vitamínicos. Em razão da urgência, também já foram comprados 13 unidades de Nexgard (tablete antipulgas e carrapatos) para pagamento a prazo.

Para ajudar com dinheiro, basta usar os seguintes dados para depósito: Banco do Brasil – Agência 0171-6 – Conta Corrente 45119-3 – CNPJ 57.486.548/0001-10. Também é possível comprar e entregar os produtos diretamente na sede da Uipa. Outra maneira de ajudar é contribuir para quitar o saldo devedor da entidade na Agrocentro, acumulado mediante a compra dos medicamentos.

Uipa precisa de auxílio após acoher cães (Divulgação)
  • OPERAÇÃO

O trabalho de resgate também contou com a participação do Serviço de Controle de Zoonoses, da GCM (Guarda Civil Municipal) e da Polícia Militar. Os cães estavam em uma residência no bairro Alonso Carmona.

O homem possui patologias psiquiátricas, entre elas possivelmente a Síndrome de Diógenes, que resulta na acumulação compulsiva de objetos. Os cães estavam muito debilitados e a informação sobre a situação chegou ao conhecimento da Patrulha Ambiental por meio de denúncias.