Tia Cida faleceu em São Paulo, dormindo (Arquivo/Fernando Pinnas/ItapiraNews)
publicidade

Morreu na madrugada desta terça-feira (14) a agente de turismo Apparecida de Oliveira Santos, a popular Tia Cida, itapirense de nascimento, mas que desde os 12 anos residia em São Paulo, capital.

Figura extremamente carismática e gentil, ela foi um dos mais importantes símbolos da tradicional Festa de Maio de Itapira, tendo acompanhado praticamente toda a evolução e se tornando testemunha ocular das mudanças do evento com o passar dos anos.

Desde o início dos anos 1970 passou a organizar excursões pelo país – os festejos em louvor a São Benedito em Itapira eram destino fixo todo ano, com presença marcante sempre no dia 13 de maio e em meio às tradicionais congadas.

Tia Cida morava no Tatuapé, região leste de São Paulo, e desde 1965 fazia parte da Comunidade Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos, no Largo do Paissandu, no centro da capital.

Sua trajetória foi reconhecida por inúmeros órgãos e também por veículos de mídia, como a Folha de S. Paulo, TV Record, Globo e o Guia Negro.

Também foi cunhada do itapirense Henrique Felippe da Costa, o Henricão, ator, compositor, futebolista, carnavalesco, primeiro Rei Momo negro do carnaval paulistano e um dos fundadores da Vai-Vai.

Tia Cida nasceu em 25 de agosto de 1913. Ela faleceu enquanto dormia em sua casa. Em maio deste ano, o pesquisador Eric Apolinário produziu um vídeo especial veiculado pelo Itapira News com depoimentos de Tia Cida gravados em 2017 – assista abaixo.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui