publicidade

O Governador João Doria (PSDb) anunciou nesta quinta-feira (11) a adoção de uma fase emergencial de enfrentamento à pandemia.

A partir da próxima segunda-feira (15), medidas mais duras de restrição entram em vigor e se estendem até o dia 30 para frear o aumento de novos casos, internações e mortes pelo coronavírus e conter a sobrecarga em hospitais de todo o estado.

Também a partir de segunda-feira Governo do Estado determina toque de recolher nos 645 municípios, todos os dias, entre 20h00 e 5h00. Todas as demais regras da Fase Vermelha ficam mantidas.

Veja abaixo as regras da fase emergencial entre os dias 15 e 30 de março. Para saber mais, clique aqui.


Setores que sofrerão aumento das restrições:

  • Escritórios, call-center, jurídico e atividades administrativas;
  • Estabelecimentos comerciais;
  • Administração pública;
  • Restaurantes, bares e padarias;
  • Transporte coletivo e individual;
  • Educação (básica, fundamental e média);
  • Comércio para eletrônicos;
  • Tecnologia;
  • Comércio para materiais de construção;
  • Ensino Superior e outros ramos de educação;
  • Supermercado e similares;
  • Hotelaria;
  • Esportes;
  • Telecomunicação.

Atividades com restrição completa:

  • Serviço de retirada de todos os setores;
  • Lojas de material de construção;
  • Celebrações religiosas coletivas;
  • Atividades esportivas coletivas.

Tele trabalho obrigatório para atividades administrativas não essenciais:

  • Órgãos públicos;
  • Escritórios e qualquer atividades desde que o setor não seja essencial.

Não autorizado a entrega de alimentos e produtos ao cliente no estabelecimento comercial:

  • Permitido somente serviços de drive-thru (entre 5h00 e 20h00) e delivery 24h para restaurantes e outros estabelecimentos comerciais.

Outras determinações:

  • Toque de recolher (entre 20h00 e 5h00);
  • Proibição do uso de praias e parques;
  • Proibição completa de qualquer aglomeração;
  • Usar máscara em qualquer ambiente, interno e externo.

Recomendação de escalonamento dos horários de entrada no trabalho para evitar aglomerações no transporte público:

  • 5h – 7h: trabalhadores de indústria;
  • 7h – 9h: trabalhadores de serviços;
  • 9h – 11h: trabalhadores do comércio.

 

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui