Primeira sessão do ano definiu composições das Comissões
Publicidade - Anuncie aqui também!
Primeira sessão do ano definiu composições das Comissões
Primeira sessão do ano definiu composições das Comissões
Publicidade - Anuncie aqui

Com maioria na Câmara Municipal de Itapira, a bancada situacionista dominou a composição das Comissões Permanentes da Casa. Os grupos de trabalho têm por objetivo analisar e emitir pareceres, favoráveis ou não, aos projetos que dão entrada no Legislativo.

Ao todo, são três as comissões de caráter permanente, cada uma composta por três vereadores: Comissão de Finanças e Orçamento, Educação, Cultura, Saúde e Assistência Social; Comissão de Obras, Serviços Públicos, Agricultura e Meio Ambiente e Comissão de Finanças e Orçamento, Educação, Cultura, Saúde e Assistência Social.

Seguindo o Regimento Interno da Câmara, a eleição das Comissões deve ocorrer na primeira sessão do ano legislativo, ocorrida na terça-feira (3). Os vereadores oposicionistas Rafael Donizete Lopes (PROS), Marcos Paulo da Silva (PRB) e César Augusto da Silva (PT) até tentaram garantir representação nos grupos, lançando candidaturas.

Contudo, os governistas alinhados ao prefeito José Natalino Paganini (PSDB) não deixaram espaço para a entrada deles nas Comissões. A Comissão de Justiça e Redação passou a ser composta por Carlos Alberto Sartori (PSDB), Luiz Machado (PTC) e Pedro Tadeu Stringuetti (PPS).

Stringuetti também passou a ocupar cadeira na Comissão de Finanças e Orçamento, ao lado de Maurício Cassimiro de Lima (PSDB) Joilson Batista Militão (PSDB). Lima, Sartori e Machado também acumulam vagas na Comissão de Obras e Serviços Públicos

A Comissão de Ética, que atua em caráter especial e não permanente, ficou com Sartori, Stringuetti, Machado, Juliano Feliciano (PRB) e Joilson. A manobra da bancada situacionista seguiu a mesma receita aplicada sobre a oposição em 2014. Cada vereador pode participar de até duas comissões permanentes.