Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O Centro do Idoso Vida Mais completou um mês de funcionamento na última quinta-feira (9). Neste período, a instituição que funciona na Vila Penha do Rio do Peixe já contabilizou quase 170 atividades desenvolvidas junto a 194 associados – público formado por homens e mulheres com mais de 60 anos e que buscam um envelhecimento saudável e autônomo.

O cronograma do primeiro mês já incluiu uma grade diversificada de ações voltadas à promover a qualidade de vida dos idosos, cumprindo o objetivo principal da instituição viabilizada com investimentos privados e que atende gratuitamente. “Os idosos estão muito felizes. Alguns chegaram a nos relatar que até deixaram de tomar medicamentos para conseguir dormir. Dizem que se sentem mais dispostos e seus filhos também nos dizem que perceberam muitas melhoras”, comenta a gerente-geral do Vida Mais, Fernanda Schnitzer.

O Centro do Idoso Vida Mais foi inaugurado no dia 7 de outubro, entrando em funcionamento dois dias depois. O início das atividades contou com 204 associados, sendo que atualmente 194 seguem frequentando ativamente o espaço. A grade foi aberta com cinco turmas de artesanato, três turmas de dança, cinco turmas de inclusão digital, cinco turmas de jogos de exercício de memória, três turmas de alongamento, duas turmas de ginástica, duas turmas de gerontologia, três turmas de música, movimento e relaxamento e uma turma de jogos de tabuleiro e cartas.

Em seguida, concluídos os exames médicos necessários, oito turmas de hidroginástica também iniciaram as atividades na piscina do Centro do Idoso. Além da grade pré-definida, atividades culturais e que visam promover a integração e confraternização entre os associados também já foram realizadas no primeiro mês. Destaque, por exemplo, para o Cine Pipoca – sessão de cinema com exibição do filme ‘O Exótico Hotel Marigold’, obra de 2011 que conta a história de um grupo de aposentados britânicos que decidem se aventurar em um destino exótico na Índia, descobrindo a partir da experiência uma nova maneira de viver.

Outra atividade festiva foi a comemoração dos mais de 30 aniversariantes do mês, na última sexta-feira de outubro. Na mesma data também ocorreu uma palestra sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama com representantes da Associação Pétalas de Rosas. De acordo com Fernanda, as aulas de inclusão digital, dos jogos de memória, de música e de movimento e relaxamento são as mais requeridas, e por isso já há fila de espera para a formação de novas turmas. “As aulas de artesanato também são um sucesso. Os associados que participam desta atividade já fizeram alguns modelos para levar pra casa e outros para deixar para nosso futuro bazar, no qual pretendemos arrecadar verbas para adquirir mais materiais para a atividade”, frisa a gerente.

DEMANDA REPRIMIDA

Apesar da avaliação extremamente positiva do primeiro mês de atividades, o Centro do Idoso Vida Mais ainda precisa de mais voluntários. Isso pelo fato de que, hoje, há nada menos que 180 pessoas na fila de espera, aguardando por uma vaga para que também possam frequentar o local. “Vamos abrir novas turmas em janeiro, mas ainda assim precisamos da adesão de novos voluntários para conseguirmos atender a todos que estão nos procurando”, salienta Fernanda.

Além disso, por não possuir qualquer aporte de recursos públicos, sendo totalmente custeado por duas famílias preocupadas com o bem-estar social da comunidade da Melhor Idade de Itapra, o Vida Mais também precisa do apoio da sociedade. Empresários, comerciantes, lojistas e empreendedores podem contribuir com doações financeiras, de serviços, materiais e suprimentos necessários ao funcionamento do espaço. Os interessados podem entrar em contato pelo telefone 3843-7848 ou pelo e-mail [email protected] Mais informações também pelo site www.vidamaisitapira.com.br ou pela página oficial no Facebook (www.facebook.com/vidamaisitapira). O Vida Mais fica na Rua Farmacêutico Antônio Serra, 345, no alto da Encosta do Penhão.